Menu
sexta, 22 de novembro de 2019
Final de ano de muita luz

Anjos especiais terão um Natal adaptado; com direito a Papai Noel em domicílio

ONG faz campanha e busca doadores de presentes para poder atender os pequenos iluminados

22 Out 2019 - 08h43Por Marcos Escrivani
Anjos especiais terão um Natal adaptado; com direito a Papai Noel em domicílio - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Anjos em forma de gente. Crianças especiais que raramente tem a oportunidade de participar de uma festa e sentir o calor humano de pessoas raras que apostam em um mundo melhor.

Assim será o Natal Solidário ONG MID que irá acontecer no dia 22 de dezembro, um domingo, a partir das 13h no salão de festas da igreja São João Batista, no Jardim Santa Felícia. O evento acontece pelo segundo ano seguido.

Será um Natal adaptado para aproximadamente 130 crianças com necessidades especiais pertencentes às famílias carentes. No dia da festa, irmãos menores de 12 anos dessas famílias também ganharão presentes.

A informação foi passada por Cássia Regina de Camargo Pau, uma das diretoras da ONG e avó de três crianças com necessidades especiais: Wagner, 12 anos, que tem paralisia cerebral; Alana, 13 anos, intelecto; e Alícia, 10 anos, autista.

“Estamos em busca de doadores para que nossa festa seja plena. Para as meninas iremos dar bonecas de pano e para os meninos, um caminhão”, disse Cássia. “Quando a gente chega no salão com o Papai Noel há outras crianças que estão nas proximidades que se aproximam e se elas possuem menos de 12 anos, também damos presentes. Bem como para crianças especiais que vão ao evento. Por isso fazemos esta campanha para que possamos atender muitos pequenos”, afirmou.

PAPAI NOEL CADEIRANTE E EM DOMICÍLIO

Um evento para quem tem muito amor e coração para aguentar as fortes emoções. Mas todas positivas.

Cássia relatou que o Natal Solidário ONG MID começa na verdade alguns dias antes, quando um Papai Noel vai até a casa de crianças especiais que estão ligadas a aparelhos e não tem como se locomover.

“A gente pega o carro e vai até Santa Eudóxia, Ibaté, Dourado e em São Carlos. Vamos em 12 casas e levamos presentes. O Papai Noel tira foto e faz a alegria de todos. É um gesto de amor e de carinho e acredito que a gente mais recebe do que dá. É difícil falar, pois dá um nó na garganta. Entra cisco nos olhos. Mas a gente para o carro, chora, pois temos que entrar e sair com sorriso das casas. Não tem dinheiro que pague ver as crianças felizes, com brinquedos. E fiz uma promessa: enquanto for viva, todos os anos ajudarei no Natal Solidário”, prometeu Cássia.

No dia da festa, mais emoção, já que até o Papai Noel é cadeirante para um Natal Adaptado. “Durante quatro horas juntamos as famílias para brincadeiras e entrega de presentes. É muito amor e muita felicidade e esta festa é para muitas crianças que nem tinha Natal. E ficar sozinho em uma data tão especial é muito triste”, finalizou Cássia.

Quem puder fazer a doação de uma boneca de pano ou um caminhão, pode entrar em contato pelo fone 16 99169-3559. “Agradeço de coração todos que puderem fazer este gesto de carinho”, finalizou a diretora da ONG MID.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias