Menu
domingo, 19 de agosto de 2018
Região

Médicos do Programa “Mais Médicos” chegam à Ibaté

19 Abr 2014 - 10h16Por Da assessoria de imprensa
0 - 0 -

O Município de Ibaté foi contemplado pelo Programa “Mais Médicos” do Governo Federal, e os três médicos cubanos selecionados chegaram nesta Quinta-Feira, 17, onde foram recepcionados pela Prefeita Lú Spilla, o Vice Prefeito Nicola e sua equipe.

 Annabel Caballero Machado, Dairo Garcia Torres e Arleis Rosales Garcia são os médicos que farão parte da Equipe de Saúde da Atenção Básica do Município. 

Os mesmos terão em média 15 dias para que o Ministério da Saúde regularize suas situações perante o Conselho Federal de Medicina (CFM) e Conselho Regional de Medicina (CRM) para somente depois começarem a atuar precisamente no atendimento (consultas) aos usuários da Rede Municipal de Saúde. 

Neste período iniciarão um Processo de Integração, onde conhecerão a realidade do município, dos bairros onde atuarão, a população e território de cada Unidade de Saúde com a Estratégia de Saúde da Família, exames e medicamentos padronizados, referências e contra referências, regionalização da saúde, entre outras atividades. 

 O Assessor da Saúde, Luiz Henrique de Oliveira, explica que a remuneração dos médicos será garantida pelo governo federal e que eles trabalharão em UBS com Estratégia de Saúde da Família com jornada de 32 horas semanais mais 8 horas para formação, não chegaram para ocupar o lugar de ninguém, e sim, somar e ajudar na melhoria da atenção primária do município. 

Na apresentação à Prefeita, os três médicos informaram que todos são especialistas em saúde da família e têm experiência na ajuda em outros países, onde citaram Haiti e Venezuela. 

Durante a recepção a prefeita disse estar muito satisfeita com a vinda dos médicos para Ibaté. 

"Tenho certeza que eles realizarão um importante trabalho em nossa cidade, contribuindo ativamente com a saúde juntamente com os nossos médicos", disse a prefeita.

Programa: 

Lançado em julho de 2013, o Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do SUS, com o objetivo de aperfeiçoar a formação de médicos na Atenção Básica, ampliar o número de médicos nas regiões carentes do país e acelerar os investimentos em infra estrutura nos hospitais e unidades de saúde.

Os profissionais do programa cursam especialização em Atenção Básica, com acompanhamento de tutores e supervisores. Para participar da iniciativa, eles recebem bolsa formação de R$ 10,4 mil por mês e ajuda de custo pagos pelo Ministério da Saúde. Em contrapartida, os municípios ficam responsáveis por garantir alimentação, moradia e transporte aos participantes.

Além da ampliação imediata da assistência em Atenção Básica, o Mais Médicos prevê ações estruturantes voltadas à expansão e descentralização da formação médica no Brasil. Até 2018, serão criadas 11,4 mil novas vagas de graduação em Medicina e mais de 12 mil novas vagas de residência médica.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias