Menu
sexta, 21 de setembro de 2018
Cidade

Santa Casa homenageia apoiadores do Banco de Leite

16 Dez 2008 - 18h18Por Redação São Carlos Agora
A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Carlos realizou, na tarde de sexta-feira (12), uma homenagem às doadoras do Banco de Leite Humano Dr. José Eduardo Ungari e também ao Rotary Club Norte, que há três anos destina contribuições financeiras ao local.

Inicialmente, houve o descerramento da placa de homenagem, do qual participaram o provedor da Santa Casa, Lauriberto Roque Vanzo; o coordenador do Banco de Leite, André Luiz Giusti; a médica ginecologista e obstetra, Elvira Zanetti; e a presidente do Rotary Norte, Fernanda Caballero.

Em seguida, o auditório da Unimed sediou uma série de atividades voltadas às mães que doaram leite no decorrer deste ano, o que incluiu entrega de certificados e brindes, sorteio de prêmios e coquetel.

Na ocasião, o provedor enfatizou o intuito do Banco de Leite Humano, que faz parte da Maternidade Dona Francisca Cintra Silva. “Esse serviço visa reduzir a mortalidade infantil, através de ações que incentivam o aleitamento materno. Enaltecer os apoiadores de uma causa tão nobre é algo importantíssimo”, opinou.

Logo depois, Vanzo parabenizou a iniciativa do Rotary Club Norte: “Agradecemos imensamente pela contribuição, que refere-se principalmente à compra de equipamentos”, concluiu Lauriberto Roque Vanzo.

Fernanda Caballero explicou que o auxílio provém dos chamados subsídios equivalentes e de eventos beneficentes. “Uma de nossas maiores preocupações é com a área social. Ficamos muito felizes em verificar o resultado de nosso trabalho, ou seja, a qualidade do serviço prestado”, finalizou.

André Luiz Giusti, por sua vez, salientou o trabalho intensivo com as crianças internadas na UTI Neonatal. “O leite materno é o melhor alimento, pois além de oferecer todos os nutrientes necessários, fornece anticorpos contra uma série de doenças e infecções. Já o leite artificial, além de ser muito caro, não é tão adequado para o sistema digestivo dos bebês”, alertou o coordenador.

De acordo com Giusti, o Banco de Leite Humano precisa sempre de doadoras, devido à grande demanda da Santa Casa. “Todas as mães que fizeram pré-natal podem nos ajudar. As interessadas devem apenas se dirigir à maternidade, onde são feitos os cadastros e fornecidos os materiais para a doação, isto é, gorros, máscaras e frascos de vidro esterilizados”, disse.

Por fim, a enfermeira Vânia Barbosa ressaltou que o material coletado fica armazenado no freezer da própria doadora, que entrega-o semanalmente para o motorista da unidade. “Assim que chega ao Banco de Leite, os frascos são identificados e descongelados. Em seguida, coletamos amostras para análise microbiológica e físico-química do conteúdo, que é pasteurizado e congelado para a posterior utilização”, completou.

Exemplos – Andréia Picanço de Lucca Izzi, mãe de Jasmine (4 meses), foi uma das homenageadas e falou sobre a emoção em poder auxiliar outras crianças. “Comecei a doar leite quando minha filha tinha apenas 15 dias, graças à orientação das enfermeiras. Agora, faço doações no mínimo duas vezes ao mês”, lembrou.

O mesmo alegou Valéria Costa, mãe de João Manoel (5 meses): “Fico muito feliz em poder ajudar. É uma atitude simples, mas imprescindível para vários bebês”, salientou.

Histórico - O Banco de Leite Humano Dr. José Eduardo Ungari foi fundado em 05 de outubro de 2001 e recebe mais de 15 bebês ao mês. Atualmente, conta com aproximadamente 20 mães doadoras, que apresentam o seguinte perfil: possuem entre 17 e 32 anos de idade; ensino médio a superior completo e residem nos mais diferentes bairros da cidade.

Sua equipe é formada por um coordenador (André Luiz Giusti); duas enfermeiras (Ana Carolina Torrezan e Vânia Barbosa) e quatro auxiliares de enfermagem (Regiane Maria Dondici Marques, Márcia Bezerra da Silva Melo, Natália Regina da Silva e Aline Daniela Sitta).


Maiores informações: (16) 3373 2690.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias