Menu
quinta, 09 de abril de 2020
Saúde

Vereador afirma que Santa Eudóxia tem quase 200 casos de Dengue

19 Fev 2020 - 07h10Por Redação São Carlos Agora
Casos de Dengue assustam o pequeno distrito de Santa Eudóxia - Crédito: Agência BrasilCasos de Dengue assustam o pequeno distrito de Santa Eudóxia - Crédito: Agência Brasil
Os vereadores Sérgio Rocha (PTB) e Chico Loco (PSB) criticaram, na sessão desta terça-feira (18), a espera para agendar consultas na rede básica de saúde de São Carlos. Sérgio apelou para o prefeito Airton Garcia viabilizar uma solução. O médico Chico Loco, por sua vez, defendeu mais uma vez investimento no Hospital Universitário da UFSCar.
 
Sérgio Rocha afirmou que fez um tour pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Recebeu muitas críticas de moradores do Cruzeiro do Sul a respeito da UBS instalada no bairro. De acordo com o parlamentar, a unidade de saúde atendia os pacientes com cinco médicos há três anos. Hoje, entretanto, possui apenas um, para atender a população do referido bairro, bem como Jardim Gonzaga, Jardim Paecambu, região que concentra cerca de 20 mil pessoas.
 
“Hoje vi crianças, idosos sofrendo com dor na fila. A resposta que unidade de saúde dava era que só tinha consulta para o mês de maio. É uma humilhação”, declarou Sérgio Rocha.
 
O vereador ainda cobrou o conserto de uma lâmpada que está inviabilizando atendimento no consultório de dentista da mesma UBS, contratação de ginecologista e outras especializações.
 
Paralelamente, Chico loco engrossou o coro e criticou os investimentos feitos no AME sem solucionar os principais problemas da rede básica de saúde. O vereador, que outra vez pediu para políticos locais pararem de buscar recursos para Santa Casa, argumentou mais uma vez que a solução é o Hospital Universitário.
 
Para Chico, o prefeito Airton Garcia tem que aproveitar que é agora do mesmo partido que elegeu o presidente Jair Bolsonaro, e conseguir recursos para construir enfermarias, centro cirúrgico, em suma, terminar a obra do HU, para o mesmo atender em sua plenitude.
 
SANTA EUDÓXIA
 
O vereador Malabim (PTB) apresentou na sessão desta terça-feira (18) uma indicação, que foi assinada por todos vereadores, solicitando a construção de um Eco Ponto em Santa Eudóxia. 
 
De acordo com o parlamentar, um médico de uma Unidade de Saúde da Família do Distrito tem pedido apoio da Câmara. Malabim afirmou que Santa Eudóxia está com quase 200 registros de casos de Dengue.
 
Segundo o vereador, a população do Distrito não tem local para fazer descarte de usa espaços públicos que servem de descarte irregular e, simultaneamente, criadouro de dengue.
 
Moisés Lazarine e Roselei Françoso também estão articulando para a implantação do Eco Ponto.
 
A Prefeitura Municipal rebateu a afirmação de Malabim e disse que até o momento foram registrados 114 notificações de dengue, com  31 casos positivos em Santa Eudóxia.
 
O OUTRO LADO 
 
A Prefeitura Municipal informou que com apoio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, o Departamento de Vigilância em Saúde, por meio da Equipe de Combate às Endemias, realizou em Santa Eudóxia, no final do mês passado um mutirão para eliminação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.   
 
Durante a ação foram vistoriados 686 imóveis, registrados 956 recipientes com água, 46 amostras positivas para Aedes aegypti e retirados mais de 8 caminhões basculantes de material inservível. Os agentes comunitários (ACS) da Unidade de Saúde da Família de Santa Eudóxia também participaram do mutirão juntamente com 18 agentes da Equipe de Endemias, orientando os moradores do distrito sobre os cuidados para a manutenção do ambiente doméstico livre do mosquito, ações simples como remover a água dos pratos das plantas, remover ou colocar os pneus em locais cobertos, limpar o quintal removendo materiais (inservíveis) que possam acumular água, limpar as calhas do telhado, vedar depósitos de água, manter materiais de construção em local coberto, lavar diariamente vasilhas dos animais de estimação, tratar a água das piscinas e colocar o lixo em sacos plásticos e descartar corretamente.  
 
Os moradores que tiverem alguma dúvida sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti podem entrar em contato com a Unidade de Controle de Zoonoses e Endemias pelo telefone (16) 3307-7405.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias