Menu
sábado, 10 de abril de 2021
Qualidade de vida

Estudo da UFSCar identifica sintomas em mulheres que já passaram por cirurgia de câncer de mama

Pesquisa tem apoio da Fapesp; podem participar voluntárias que tiveram, ou não, a doença

01 Mar 2021 - 06h38Por Redação
Para desenvolver a pesquisa, estão sendo convidadas mulheres que já passaram pela cirurgia para retirada do câncer de mama - Crédito: DivulgaçãoPara desenvolver a pesquisa, estão sendo convidadas mulheres que já passaram pela cirurgia para retirada do câncer de mama - Crédito: Divulgação

Identificar a presença de sintomas como distúrbio do sono, ansiedade, depressão e catastrofização de dor em mulheres que enfrentaram cirurgia de câncer de mama: este é o objetivo principal de pesquisa realizada por Thais Oliveira Almeida, graduanda em Fisioterapia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), sob orientação de Paula Rezende Camargo, docente do Departamento de Fisioterapia (DFisio) da Instituição. A pesquisa de Iniciação Científica tem apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

De acordo com a aluna, a literatura mais recente sobre o tema aponta que os sintomas mencionados podem ser consequência da cirurgia para retirada do câncer das mulheres. A partir dessa constatação, "investigar a qualidade do sono, sintomas de ansiedade, depressão e catastrofização da dor em longo prazo de cirurgia do câncer de mama pode contribuir substancialmente para traçar o prognóstico da mulher após esse tipo de cirurgia e auxiliar na prevenção da dor persistente e incapacidade do membro superior", expõe Thais Almeida. Além disso, a identificação de possíveis correlações entre a qualidade do sono e a catastrofização da dor em longo prazo de cirurgia pode auxiliar o fisioterapeuta a identificar o perfil psicossocial dessas mulheres e basear suas condutas terapêuticas em intervenções mais eficazes para o quadro clínico e funcional das pacientes.

Diante disso, a pesquisadora destaca a importância da pesquisa ao propor uma avaliação biopsicossocial detalhada de mulheres em longo prazo de cirurgia do câncer de mama e identificar se há correlação entre qualidade do sono e catastrofização da dor nessa população. "O estudo também vai subsidiar futuras pesquisas considerando estratégias de tratamento multidisciplinares voltadas para a melhora desses sintomas das mulheres que passaram por esse tipo de cirurgia", acrescenta Almeida.

Para desenvolver a pesquisa, estão sendo convidadas mulheres que já passaram pela cirurgia para retirada do câncer de mama. As participantes responderão este questionário online (https://bit.ly/3dHPx9U), que tem cerca de 30 minutos de duração. Mulheres que não enfrentaram a doença também podem participar do estudo, respondendo outro questionário (https://bit.ly/2NADGzI), com o mesmo tempo estimado de duração. Todas as participantes devem ter idade a partir de 18 anos e os questionários ficarão disponíveis até o final de março. Mais informações sobre a pesquisa podem ser solicitadas para a pesquisadora pelo e-mail thaisoliveiraabr@gmail.com.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias