Menu
terça, 09 de março de 2021
Tirando dúvidas

ABRAz Responde cria canal de perguntas e respostas sobre demência

Projeto surgido em São Carlos será levado para a regional estadual como forma de comunicação com os cuidadores de pacientes com a doença

22 Fev 2021 - 06h58Por Redação
Ana Cláudia: “O projeto surgiu da necessidade de atingir um público maior de cuidadores de pacientes com demência” - Crédito: Arquivo pessoalAna Cláudia: “O projeto surgiu da necessidade de atingir um público maior de cuidadores de pacientes com demência” - Crédito: Arquivo pessoal

O Projeto ABRAz Responde entra na sua terceira edição em fevereiro com as respostas sobre a demência que as pessoas – cuidadores e familiares em sua maioria - enviam a Associação Brasileira de Alzheimer - sub-regional São Carlos (SP) durante os 25 primeiros dias de cada mês pelas mídias sociais da associação.

O canal para as respostas é na Rádio Clube 1 FM no programa do Carlinhos Lima, no qual o médico Gustavo Munno responde às perguntas. O tema, na maior parte das vezes, é ligado às questões que surgem com a lida diária dos pacientes.

Esse mês haverá uma mudança no canal de respostas por conta do foco da reunião virtual de fevereiro, que será com o promotor de Justiça, Dr. Luciano Garcia Ribeiro, na quinta-feira, 25, às 19h, para abordar a mediação dos conflitos familiares. A sala de reunião será no Google Meet (meet.google.com/pvt-dgbv-qyk). O link para a sala de reunião encontra-se nos perfis da ABRAz São Carlos no Instagram e Facebook.

Como o tema é específico a coordenação da ABRAz São Carlos irá direcionar as questões ao Dr. Luciano.  O que não for possível responder no encontro virtual será detalhado em um e-mail na semana posterior à reunião com as devolutivas das perguntas. No encontro o promotor irá falar sobre as formas de resolução dos conflitos familiares, a rede pública de proteção ao idoso, e como pode se chegar a uma solução extrajudicial e até na judicialização dos casos.

Você pode enviar perguntas sobre a mediação dos conflitos familiares até quarta-feira, 24, para o WhatsApp da ABRAz São Carlos 16 99791 5931, ou ainda, usar o Instagram @abrazsaocarlos, o Facebook @Abrazsaocarlos e o e-mail, abrazsaocarlos@gmail.com para enviar a sua dúvida ou questionamento.

A proposta do encontro, segundo a terapeuta ocupacional e coordenadora da ABRAZ sub-regional São Carlos, Ana Cláudia Trombella Barros é trocar informação em uma roda de conversa interativa e esclarecedora.

Ana Claudia explicou como surgiu o projeto do ABRAz Responde no formato rádio. Segundo ela, havia uma necessidade de levar as boas práticas no cuidado das pessoas com Demência aos cuidadores, e da mesma forma, levar ferramentas que possam aliviar a sobrecarga de quem cuida de pessoas com demência.

Antes da pandemia do coronavírus as reuniões eram presenciais, entretanto nem todos os cuidadores tinham esse tempo para participar. Com o distanciamento social, e a suspensão das reuniões presenciais, foram ativados os canais virtuais. Contudo, nem todas as pessoas têm intimidade com as novas tecnologias, o que limita o acesso ao conteúdo das reuniões online.

“O projeto surgiu da necessidade de atingir um público maior de cuidadores que não podiam sair de casa quando eram presenciais e mesmo os que tem dificuldades com as tecnologias. Este formato é uma maneira de se tirar dúvidas que surgem no dia a dia com o idoso com demência e receber essa resposta de um profissional que atua na área com conhecimento para poder orienta-los”, disse Ana Cláudia.

O projeto de sucesso rompeu fronteiras será encampado pela ABRAz tanto a Regional São Paulo como a Nacional, que irá sugerir para outras sub-regionais do país.  “O que está no centro da proposta é atingir o público que de fato vivencia o cuidar do idoso com demência”.

Mas não só esse projeto será replicado. A Regional São Paulo irá adotar s desafios das redes sócias com o hashtag #secuida #euprevinodemencia para que as pessoas postem atividades que fazem na prevenção das doenças neurodegenerativas. 

A coordenadora afirma que o projeto ABRAz Responde vem a somar a concretizar a missão da associação que orientar, transmitir conhecimento e acolher a pessoa que cuida de um paciente com demência. “A intenção é alcançar cada vez mais essa população seja pelos canais que a ABRAz já usa como WhatsApp e redes sociais, ou pelo rádio”, projetou.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias