sexta, 23 de fevereiro de 2024
Política

Vereadores propõem audiência para debater criação de um novo curso técnico no IFSP-São Carlos

25 Mar 2017 - 16h43Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Vereadores da Câmara Municipal apresentaram requerimento à presidência da Câmara Municipal solicitando a realização de uma audiência pública na sala das sessões da Casa para tratar da criação de curso Proeja no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - campus São Carlos.

O requerimento considera que o Projeto de Desenvolvimento Institucional (PDI) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - campus São Carlos tem definida a criação de 40 vagas em um novo curso Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (Proeja), que formará em conjunto com o ensino médio, técnicos em qualidade.

Para os parlamentares, a ampliação dos cursos oferecidos pelo IFSP "deve merecer o apoio de toda a sociedade de São Carlos, particularmente do poder público, pelo que representa na consolidação de nossa cidade como importante polo educacional do país". Nesse sentido, consideram oportuno estabelecer em âmbito local um amplo debate do curso com a comunidade.

A  educação de Jovens e Adultos EJA é uma modalidade de ensino que se destina a oferecer oportunidade de estudos para pessoas que não tiveram acesso ao ensino fundamental ou médio na idade regular. A idade mínima para ingressar nos cursos do PROEJA é de 18 anos.

Para participar da audiência pública, os vereadores solicitam que a presidência do Legislativo convide representações comunitárias, sindicais e institucionais, movimentos sociais, instituições relacionadas à educação, representantes do setor produtivo da cidade, em especial, com a presença da direção, professores, funcionários e alunos do IFSP São Carlos, a Dirigente Regional de Ensino do Estado de São Paulo, o Secretário Municipal de Educação e demais profissionais do Poder Público Municipal que trabalham com EJA na cidade. Também deverão comparecer estudantes, professores, diretores de escolas de ensino médio, públicas e privadas.

Leia Também

Últimas Notícias