Menu
quinta, 09 de abril de 2020
Política

Vereador Marquinho Amaral se afastará por 30 dias para fazer cirurgia; Cesinha Maragno assume vaga

18 Fev 2020 - 19h13Por Abner Amiel
Vereador Marquinho Amaral se afastará por 30 dias para fazer cirurgia; Cesinha Maragno assume vaga - Crédito: Abner Amiel/São Carlos Agora Crédito: Abner Amiel/São Carlos Agora

Os vereadores da Câmara Municipal aprovaram, na sessão desta terça-feira (18), a solicitação do vereador Marquinho Amaral (MDB) para se afastar por um período de 30 dias. O terceiro suplente da sigla, Cesinha Maragno, deve assumir a vaga.

Marquinho argumentou durante a sessão que vai se afastar com objetivo de tratar de assuntos pessoais e familiares.“Nas duas últimas semanas, eu não estava me dedicando como deveria em decorrência de problemas pessoais, nada sério, que precisam ser resolvidos e atrapalhariam a minha atuação dentro da Câmara. Resolvi me afastar pelo período de 30 dias, sem remuneração, para me dedicar a esses problemas e para fazer uma cirurgia na garganta”, afirmou o parlamentar.

O vereador emedebista Ditinho Mateus, que assumiu a vaga do ex-vereador e atual secretário de Habitação, João Muller, era o primeiro suplente. O próximo da lista do MDB que deveria assumir qualquer vaga que surgisse é o ex-vereador e atual assessor parlamentar do vereador Azuaite de França, Antonio Rubens Ratti.

Ratti, por sua vez, afirmou que não vai tomar posse de vereador devido um compromisso firmado com o vereador Azuaite.

“Na realidade já tenho compromisso com o professor Azuiate em apoiá-lo nas eleições, é um dos fatores que me leva a não assumir posto. Outro motivo é que, logo após a campanha eleitoral de 2016, tive reunido com minha família e decidimos que nunca mais concorreria a cargo eletivo”.

Com efeito, Cesinha Maragno, que já participou de três eleições a vereador e obteve 637 votos na última eleição, declarou que pretende assumir a vaga de Marquinho.

“É uma experiência pra mim, eu fui candidato nas três últimas eleições, eu tinha vontade de ser vereador. É um período curto, mas dá para ter noção de ver o que é a Câmara e poder fazer alguma coisa para cidade”, disse.

Cesinha, que antecipou que não vai se candidatar na próxima eleição, espera a partir de agora a Justiça Eleitoral oficializá-lo como novo membro do parlamento de São Carlos.

 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias