Menu
terça, 18 de fevereiro de 2020
Educação

Roselei sai em defesa da Educação na sessão da Câmara

05 Fev 2020 - 13h34Por Redação
Roselei: “Precisamos proteger nossos alunos, os professores e a comunidade escolar” - Crédito: DivulgaçãoRoselei: “Precisamos proteger nossos alunos, os professores e a comunidade escolar” - Crédito: Divulgação

A cobrança por melhores condições de trabalho na Educação Municipal foi destaque na participação do vereador Roselei Françoso (Rede) durante a sessão da Câmara Municipal desta terça-feira, 4.

Na primeira intervenção, Roselei questionou a Prefeitura quanto ao acordo firmado pelo prefeito Airton Garcia em novembro de 2019 para instalar uma comissão de revisão do Estatuto da Educação, incluída a jornada dos professores PIII. “No entanto, há comentários circulando de que não será cumprido esse acordo”, disse o vereador.

A Administração Municipal comunicou os professores P III em outubro de que a hora-aula de 50 minutos deveria ser alterada para 60 minutos para evitar ilegalidade. Porém, essa alteração impacta a jornada de professores e traz consequências à Rede Municipal de Educação.

Diante desse impasse, após ouvir professores, o Sindspam, o vereador Roselei Françoso e seus secretários, o prefeito concordou em prorrogar a decisão para que a comissão encontre a melhor proposta. “Até agora essa comissão não se reuniu”, disse Roselei.

Outro assunto abordado por Roselei foi a segurança das escolas municipais e estaduais do município. Roselei parabenizou o vereador Malabim pelo Projeto de Lei que pede a instalação de câmara de vigilância e cobrou a criação de um programa mais amplo. “Precisamos proteger nossos alunos, os professores e a comunidade escolar”, salientou.

Para Roselei, a invasão e destruição da Escola Infantil Dário Rodrigues, no Cidade Aracy, no último final de semana e o assalto ocorrido na Escola Estadual João Batista Gasparin no dia 29 de janeiro, quando professores foram ameaçados, são lamentáveis. “Já não chega os maus salários pagos aos professores e agora é faca no pescoço?”, questionou.

“Os esforços da Secretaria Municipal de Segurança Pública e da Guarda Municipal são conhecidos e já nos deram bons resultados, mas há limitações de efetivo. Por isso é preciso unir esforços para enfrentarmos esse problema”, destacou Roselei.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias