quinta, 18 de abril de 2024
Pequenos visitantes

Rodson recebe crianças do Projeto Cor Ação

23 Fev 2024 - 09h54Por Assessoria de Imprensa
Rodson recebe crianças do Projeto Cor Ação - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

O presidente da Prohab, Rodson Magno, recebeu na tarde desta quinta-feira, 22, em sua sede, a visita de crianças que fazem parte do Projeto Cor Ação, que é uma organização sem fins lucrativos, fundada em outubro de 2017, no bairro Jardim Zavaglia na cidade de São Carlos.

De acordo Rodson a entidade é referência para a formação de indivíduos com princípios, preparados e comprometidos com o desenvolvimento pessoal, familiar e social. “Estou muito feliz em receber essas crianças na Prohab, pois pude contar para eles um pouco da minha história. Iniciei minha vida como patrulheiro e hoje pude apresentar toda a estrutura da Prohab e do Paço Municipal, que foram locais que trabalhei, afinal, eles podem ser também nossos futuros patrulheiros”.

Sob os cuidados da Fundadora e Coordenadora, Antônia Ishikawa Santos e da Coordenadora Pedagógica, Silvana Aparecida Furtado, a entidade atende atualmente mais de 140 crianças em situação de vulnerabilidade social, entre 6 e 17 anos de idade, no período da manhã e tarde, além das famílias das crianças assistidas e de pessoas da comunidade de outros bairros.

“Somos agentes para ampliar horizontes, criando possibilidades, abrindo caminhos em favor da comunidade, trazendo através das cores, o desenvolvimento artístico, criativo e da ação um movimento de mudanças progressivas e continuas para o pleno desenvolvimento de potencialidades e habilidades de um cidadão em harmonia consigo mesmo, com sua família, comunidade e toda sociedade global”, destaca Antônia.

Segundo Silvana, essas crianças fazem parte do Projeto Coração Aprendiz, que é um programa voltado para crianças de 15 a 17 anos, direcionado para mídia digital, informática e empreendedorismo com vista ao primeiro emprego ou estágio.

De acordo com o professor de informática, João Otavio de Jesus de Oliveira, existe um cronograma a ser seguido. “Trabalhamos com inteligências múltiplas. Ensinamos não só o estudo em si, mas também a parte profissional. Sou professor de informática, mas dentro deste contexto, abordo outros temas como administração”, completa João.

Leia Também

Últimas Notícias