segunda, 26 de fevereiro de 2024
Política

Oftalmologia da Santa Casa é tema de debate na Câmara

28 Fev 2017 - 08h14Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Durante sessão ocorrida terça-feira, 21, na Câmara Municipal de São Carlos, novamente a saúde foi tema de um assunto polêmico e envolveu o secretário municipal Carlos Eduardo 'Caco' Colenci e o vereador Lucão Fernandes (PMDB).

Dentre os temas tratados no Legislativo, Lucão indagou o secretário qual seria o motivo para tirar de São Carlos o serviço prestado pelo ambulatório de Oftalmologia da Santa Casa que até então realizava há quase seis anos um trabalho de excelência sendo considerado referência nacional em cirurgias de catarata pelo Ministério da Saúde. Tanto que esse trabalho da equipe de médicos do ambulatório foi elogiado pela Câmara Municipal através do ex-vereador Lineu Navarro (PT) no passado que entendeu o grande benefício que esse serviço de qualidade prestava para a população de São Carlos e região.

Lucão ressaltou que até então não teria havido diálogo entre a Secretaria de Saúde e o ambulatório de Oftalmologia Santa Casa e que o cancelamento do mutirão que seria realizado no dia 18 de fevereiro para 170 pacientes provocou um prejuízo muito grande para quem havia agendado a cirurgia, pois houve a necessidade de comunicar as pessoas sobre o cancelamento e mais do que isso dizer que não podia ser usado o colírio que habitualmente é uma regra antes dos procedimentos. Lucão foi mais além e perguntou ao secretário se caso o serviço fosse transferido para a cidade de Araraquara quem iria bancar os custos da viagem, alimentação e o acompanhamento pré e pós operatório que é feito em São Carlos pela equipe de enfermeiras e médicos e que a maioria dos pacientes tem idade acima dos 60 anos e alguns até chegam em cadeiras de rodas ou tem outros problemas físicos. Também quem passa por essa cirurgia tem a obrigatoriedade de ter um acompanhante no dia da cirurgia para ajudar na sua locomoção. Para Colenci o ambulatório realizava apenas as cirurgias de catarata e pterígio. Disse também no plenário que havia uma divergência nos valores da tabela SUS. Ele explicou que o ambulatório de oftalmologia recebia uma tabela e meia do SUS e que em Araraquara seria apenas uma tabela sem adicional, mas em nenhum momento a equipe do ambulatório se negou a trabalhar conforme a tabela SUS, o que foi feito por quase cinco anos e meio. Colenci se comprometeu perante aos vereadores presentes que iria trabalhar no sentido de manter o serviço em São Carlos e praticamente na última fala da sessão o vereador Chico Loco comunicou ao secretário que o ambulatório não realizava somente as cirurgias de catarata e pterígio, mas também faz cirurgias de retina, tratamento de glaucoma e prevenção dessa doença, além de cirurgias plásticas oculares por uma especialista de Ribeirão Preto.

ADICIONAL SURGIU NA GESTÃO ANTERIOR

Durante cinco anos e meio o ambulatório de Oftalmologia da Santa Casa trabalhou dentro do estabelecido pela tabela SUS, sem o adicional. Porém na gestão anterior houve uma mudança como explica o responsável pelo ambulatório de Oftalmologia Celso Davi Lopes. "Tivemos um adicional por sete meses e isso se tratava da política adotada pela gestão anterior que priorizava a saúde com excelência e por cinco anos e meio praticamos a tabela SUS e jamais nos recusamos a adotá-la e nem foi tentado voltar aos parâmetros anteriores. Basta apenas abrir o diálogo e resolver esse impasse e manter o serviço na cidade para ajudar a população que precisa dessa cirurgia e fora daqui seria um transtorno pela viagem e também pelas condições de alguns pacientes", justificou Celso. (assessoria do Ambulatório de Oftalmologia da Santa Casa)

Leia Também

Últimas Notícias