Menu
quarta, 26 de fevereiro de 2020
Política

Notícias da Câmara: vereadores aprovam a construção de Museu do Esporte; deputado destina R$ 900 mil para enchentes e denúncia de esgoto no Monjolinho

12 Fev 2020 - 07h28Por Redação São Carlos Agora
Notícias da Câmara: vereadores aprovam a construção de Museu do Esporte; deputado destina R$ 900 mil para enchentes e denúncia de esgoto no Monjolinho - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A sessão ordinária da Câmara Municipal desta terça-feira (11) foi marcada por um anúncio de verba que vai chegar no município em decorrência da atuação da Ministra dos Direito Humanos, Damares Alves e alguns assuntos polêmicos, como denúncias e promessa já para a próxima Eleição Municipal 2020.

Sérgio Rocha (PTB) disse que esteve no dia 4 de fevereiro em Campinas em reunião com deputado federal Paulo Freire (PL), que recebeu 1.300 votos na cidade. O vereador  afirmou que o deputado já destinou R$ 1 milhão para saúde do município e agora destinou em seu nome R$ 900 mil para ajudar a cidade com o problema da enchente, a pedido da Ministra Damares.

POLÍTICOS CEGOS

Na sessão desta terça-feira, o vereador Leandro  Guerreiro (Patriotas) vendou os olhos como uma expressão de crítica à classe política que faz vista grossa diante da demanda da população. No final, após ver o pré-candidato a prefeito Deonir Tofolo nos corredores da Câmara, Guerreiro fez uma promessa abusada. “O desafio que faço é que se eu for para disputa e perder a eleição para [os pré-candidatos a prefeito] Deonir, ou para o Sérgio Ferrão (Republicanos), incluindo Newton Lima (PT), pego minha família e mudo de São Carlos. Não dá para perder para aventureiros”.

ONDE ESTÁ O RECAPE

Em outro momento, o vereador Sérgio Rocha (PTB) reclamou da programação do recape e da limpeza pública em algumas regiões de São Carlos. Rocha disse que domingo estava na região do Tangara e observou muitas ruas cheias de buracos que não estão na programação de recape da Prefeitura. O vereador ainda afirmou que o secretário Mariel Olmo (Serviços Públicos) andou com ele pelas ruas do Cruzeiro do Sul e prometeu recapeamento. O vereador Roselei (Rede), por sua vez, interrompeu Sérgio e interrogou a Prefeitura: “Onde está equipe de tapa-buraco?”, questionou.

DENÚNCIA DE ESGOSTO NO MONJOLINHO

Com base em uma matéria que saiu na imprensa local, Dimitri Sean (PDT) afirmou que a autarquia da Prefeitura está jogando esgoto sem tratamento no córrego Mnjolinho. O vereador lembrou que fez um requerimento para o SAAE exigindo resposta há dois meses sobre o assunto. Na ocasião recebeu a resposta de funcionários que a autarquia estava sem produto adequando para tratar o esgoto, mas o SAAE respondeu que jamais faria algo assim. Agora, Dimitri disse que ficou sabendo que o descarte está acontecendo porque houve uma ruptura em uma tubulação que conduzia o esgoto até a estação de tratamento. Dimitri pediu para que o presidente do SAAE, Benedito Marquezin, venha a público esclarecer a situação.

NOVO MUSEU NA CIDADE

A Câmara aprovou um projeto de lei que visa criar o Museu do Esporte de São Carlos. O presidente do Legislativo, vereador Lucão Fernandes (MDB), informou que a verba vai vir do Ministério de Turismo. O local ainda não foi escolhido. O vereador, que indicou o projeto ao secretário de Esporte Edson Ferraz, lembrou que descobriu no evento Conexidades que a pasta do Governo Federal tinha muitos recursos para essa finalidade. O projeto vai ser analisado no Ministério do Turismo e, em sem seguida, o recurso será autorizado.

“É SÓ REBOCAR QUE RESOLVE O PROBLEMA”

Essa foi a resposta que o vereador Edson Ferreira (Republicanos) ouviu de um pedreiro em uma obra na Unidade da Saúde da Família (USF) do Romeu Tortorelli na semana passada. O vereador republicano contou durante a sessão que visitou a unidade para entregar uma TV, demanda dos funcionários, e se deparou com um servente construindo um muro sem amarração, separados um do outro e sem alinhamento, situação que gerava perigo, uma vez que poderia cair em cima de um transeunte. O pedreiro chegou e falou que um reboque resolveria. O vereador pediu a presença do secretário de Saúde, Marcos Palermo, que compareceu em seguida com uma engenheira da Prefeitura. O secretário deu a ordem para derrubar a parede.

 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias