Menu
terça, 22 de setembro de 2020
Polêmica à vista

Guerreiro vai até a prefeitura e pede o afastamento de Airton Garcia

Vereador que apoiou prefeito durante campanha eleitoral, diz que político está “gagá e doente” e que secretários mandam na cidade.

24 Jul 2018 - 08h59Por Redação
Guerreiro vai até a prefeitura e pede o afastamento de Airton Garcia - Crédito: Redes Sociais Crédito: Redes Sociais

O vereador, Leandro Guerreiro, postou nesta segunda-feira, 23, um vídeo de oito minutos em sua página no Facebook, onde pede o afastamento do prefeito Airton Garcia. Ambos pertencem ao PSB. Na próxima sexta-feira, 27, ele promete uma vigília das 8h às 18h e chamou a população para um manifesto, cujo tema central será a saúde. “Vou gritar pelo povo. Se os outros 20 vereadores não fazem isso, eu faço. Convido toda a população. O Airton está brincando com o povo”, disse.

Na visita que fez ao Paço Municipal por volta das 14h, acompanhado de um assessor que gravou o vídeo, Guerreiro foi inicialmente ao 5º andar. O prefeito não estava em seu gabinete. Retornou ao 4º andar e na sala do Secretário de Governo, estavam em um “bate-papo animado” Edson Fermiano e Edson Ferraz, secretário municipal de esportes e lazer. Com Guerreiro, uma carta escrita à mão.

O vereador do PSB indagou Fermiano e disse que tinha ido de forma pacífica, educada e carinhosa entregar tal carta. Perguntou sobre Garcia e obteve a resposta que ele teria faltado.

O vereador levantou o tom da voz quando o secretário de Governo disse que não representava o prefeito e sim, apenas respondia por ele. “Aqui virou a casa da mãe Joana. O prefeito falta e o secretário dá uma de engraçadinho, de “bagre ensaboado”. Ele que tem a responsabilidade de consertar a relação Legislativo/Executivo e diz que não representa o prefeito. Airton abandonou a Prefeitura, maltrata o cidadão eleitor, e assassina a saúde”, disse. “Joga a Prefeitura na mão de secretários incompetentes”.

RENÚNCIA

Guerreiro disse que a ida até a Prefeitura era para pedir a saída de Garcia. “Aqui tem uma carta manuscrita de próprio punho, pacífica, para que ele se afaste. Que ele tenha caráter e dignidade, que coloque o vice ou faça nova eleição. O prefeito está doente, ferrando a população. Aqui, os secretários estão batendo papo e a cidade está suja. Creches e escolas com atendimentos precários. E nós, com secretários incompetentes”, emendou Guerreiro.

O vereador reconheceu que apoiou Garcia e buscou votos para o então candidato na época de eleição. Disse ainda, que foi o vereador mais votado do partido, mas, que o agora prefeito não cumpriu o que prometeu. “Pedi votos para ele, mas não foi para ver esta bagunça que está hoje. São Carlos não pode ficar mais dois anos e meia parada”, disse.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias