Menu
quarta, 20 de outubro de 2021
Política

Azuaite vê professores sob “extrema insegurança” e prega aliança para pacificar as escolas

13 Set 2017 - 15h04Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

"É preciso buscar soluções e elas existem; a escola não é reprodutora da violência na sociedade, ela tem que ser transformadora", disse o vereador Azuaite França (PPS), ao comentar a situação de "extrema insegurança em que trabalham os professores", fazendo alusão a recentes casos de violência no âmbito escolar de ampla repercussão na opinião pública. Ele manifestou solidariedade ao professor da Escola Estadual "Orlando Perez", agredido brutalmente por um aluno que ainda o ameaçou de morte.

"Todos sabem menos o governo que os problemas do Brasil têm solução e a solução está na educação", afirma o vereador, que é também presidente regional do Centro do Professorado Paulista, regional de São Carlos. "Mas quando se vê agressões brutais como as da professora Márcia Frigi, em Indaial, Santa Catarina e a do professor de Educação Física da Escola Orlando Perez em Cidade Aracy 2, ou o aluno colocando fogo numa sala de aula na Escola Jesuíno de Arruda, em São Carlos, questionamos o que está errado, por que isso acontece; essas coisas acontecem por que aqui entre nós a escola e o professor acabam ano a ano, de muito tempo para cá, perdendo sua autoridade".

"Não defendo uma escola autoritária, mas sim a autoridade do professor e do diretor. A insegurança a que os professores estão expostos não pode acontecer, é preciso buscar soluções", declara. "Existiram situações de lugares em que a violência era muito maior que a que vemos aqui e as coisas se resolveram; é necessário que professores e autoridades se debrucem sobre essa questão e resolvam de forma definitiva, revejam como construir uma aliança para pacificar as escolas".

"É preciso dar segurança para o professor ensinar e construir uma sociedade nova e melhor", conclui.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias