Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021
Estado

Jovens entre 18 e 24 anos lideram óbitos por acidentes de trânsito na região de São Carlos, aponta Infosiga

Levantamento feito pelo Detran.SP indica que foram registradas 199 mortes nessa faixa etária, 18% dos casos fatais, que somaram 1.118

22 Nov 2021 - 15h23Por Da assessoria de imprensa
Acidente tirou a vida do motoboy Arlan da Silva Oliveira em maio deste ano no Jardim Paraíso - Crédito: arquivo SCAAcidente tirou a vida do motoboy Arlan da Silva Oliveira em maio deste ano no Jardim Paraíso - Crédito: arquivo SCA

Um levantamento exclusivo feito pelo Infosiga, sistema do Governo do Estado gerenciado pelo Detran.SP e pelo Programa Respeito à Vida, para lembrar o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito (comemorado ontem, 21 de novembro), traz uma estatística preocupante: nos últimos seis anos, os jovens entre 18 e 24 anos são as maiores vítimas do trânsito na região Central, totalizando 18% dos óbitos. O número supera a média do Estado no mesmo período (16% do total).

Entre janeiro de 2015 e outubro de 2021 foram registradas 199 mortes no trânsito entre os jovens nesta faixa etária. Se ampliarmos os limites de idade para 18 a 34 anos, as fatalidades chegam a 421 casos, ou seja, 38% do total de óbitos.

No Estado, entre janeiro de 2015 e outubro de 2021 foram registradas 5.990 mortes no trânsito entre os jovens nesta faixa etária. Se ampliarmos os limites de idade para 18 a 34 anos, as fatalidades chegam a 13.300 casos, ou seja, 36% do total de óbitos em São Paulo, que foi de 36.870.

O Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trânsito, comemorado no terceiro domingo de novembro, foi criado em 1993 pela organização Road Peace, do Reino Unido, em prol das vítimas de acidentes rodoviários. Em 1995, a data foi instituída oficialmente no calendário pela Organização das Nações Unidas (ONU) não apenas para lembrar quem perdeu a vida no trânsito, mas para convocar as organizações e população a promoverem ações para melhorar a segurança viária no planeta.

“O Governo do Estado e o Detran.SP tem feito uma série de ações educativas para conscientizar a população sobre a importância de conscientização no trânsito, especialmente diante dessa estatística de que a maioria dos óbitos são de jovens entre 18 e 24 anos. Respeitar as leis de trânsito e exercitar a cidadania é fundamental para mudar essa realidade e salvar vidas”, enfatiza Neto Mascellani, diretor- presidente do Detran.SP.

Infosiga Região Central

Houve redução de 24% nas fatalidades na comparação entre outubro de 2020 e outubro de 2021, de 21 para 16 casos. 

No acumulado entre janeiro e outubro de 2021 foram apontados 132 óbitos em acidentes de trânsito na região contra 115 no mesmo período de 2020, aumento de 15%.

Meios de transporte

Nos primeiros 10 meses de 2021, na região Central, houve queda de 8% nos óbitos envolvendo ciclistas com 11 casos neste ano contra 12 no mesmo período de 2020. Os dados de ocupantes de automóveis se mantiveram estáveis: foram 34 óbitos em janeiro a outubro de 2020 e de 2021. Nas fatalidades entre motociclistas houve aumento de 28% neste período, com 51 casos em 2021 e 40 em 2020. As ocorrências fatais com pedestres passaram de 16 casos, de janeiro a outubro de 2020 para 24 neste período de 2021 (aumento de 50%). 

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias