domingo, 23 de janeiro de 2022
S.Carlos no mundo da ciência e da tecnologia

Telescópio Espacial James Webb (JWST)

05 Dez 2021 - 07h39Por Kleber Chicrala
Telescópio Espacial James Webb (JWST) - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação
Acompanhe com a equipe do Grupo de Óptica do Instituto de Física de São Carlos o lançamento do James Webb. Esse telescópio é considerado a ferramenta de observação mais poderosa a ser operada no espaço, e seu desenvolvimento teve início em 1996.  No próximo dia 22/12 teremos o lançamento a partir da Guiana Francesa do foguete Ariane V levando essa nova tecnologia ao espaço.
 
O Telescópio Espacial James Webb (JWST) é um telescópio espacial desenvolvido em conjunto pela NASA, a Agência Espacial Européia (ESA) e a Agência Espacial Canadense (CSA). É planejado para suceder o Telescópio Espacial Hubble como a missão astrofísica da NASA. 
 
 O JWST, fornecerá imagens no infravermelho e sensibilidade melhoradas sobre o Hubble, e permitirá uma ampla gama de investigações nos campos da astronomia e cosmologia, incluindo a observação de alguns dos mais eventos e objetos distantes no universo, como a formação das primeiras galáxias e caracterização atmosférica detalhada de exoplanetas potencialmente habitáveis.
 
James Webb Space Telescope ou JWST é um projeto de uma missão não tripulada norte-americana da Administração Nacional da Aeronáutica e do Espaço (NASA), com a finalidade de colocar no espaço um observatório para captar a radiação infravermelha. O telescópio deverá observar a formação das primeiras galaxias e estrelas, estudar a evolução das galáxias, ver a produção dos elementos pelas estrelas e ver os processos de formação das estrelas e dos planetas.
 
O telescópio foi inicialmente denominado de Next Generation Space Telescope ou NGST. O termo "Next Generation" refere-se ao fato que se pretende que ele venha a substituir o telescópio espacial Hubble, pois após o seu lançamento, novas tecnologias foram desenvolvidas, permitindo construir o novo telescópio sob uma nova concepção.
 
O novo telescópio também será o maior já lançado ao espaço. Ele possui 6,5 metros de largura, tendo 18 espelhos hexagonais que, juntos, formam algo parecido com uma colmeia
 
https://www.youtube.com/watch?v=rFIUjT8XKUY
 
Fontes: Grupo de Óptica – Prof. Dr. Sebastião Pratavieira e Kleber Chicrala – Jornalismo Científico do CEPOF – INCT – IFSC – USP e Wikipédia 
 
kleberchi

Deixe seu Comentário

Leia Também

Últimas Notícias