Menu
sábado, 23 de janeiro de 2021
Cidade

Tundisi se reúne com presidente do CNPq para discutir conclusão do CITESC

29 Nov 2017 - 20h22
Tundisi se reúne com presidente do CNPq para discutir conclusão do CITESC -

O Secretário de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia de São Carlos, José Galizia Tundisi, se reuniu na última sexta-feira (24), em Brasília, com o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Mário Neto Borges. Na pauta da reunião o projeto do Centro de Ciência, Inovação e Tecnologia em Saúde de São Carlos (CITESC).

Tundisi apresentou ao presidente do CNPq relatório completo e solicitou recursos da ordem de R$ 3.184.000,00 para entrega do prédio completo que proporcionará a instalação de 26 laboratórios e ambulatórios para atendimento regional. "São Carlos recebeu recursos, em 2011, no valor de R$ 4,8 milhões do Ministério da Ciência e Tecnologia, via FINEP, para construção do prédio, e R$ 1,8 milhão do Ministério da Saúde, para compra de equipamentos e materiais. Inicialmente seriam construídos 4.794 m2, porém o projeto foi revisto e o prédio tem 3.900 m2, mas ainda faltam recursos para o acabamento", explicou o secretário de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia de São Carlos. O presidente do CNPq, ao receber o documento, comprometeu-se a buscar recursos para o término do prédio dado o interesse e a necessidade das ações de ciência, tecnologia e aplicação.

O CITESC está sendo construído no complexo do Parque Eco-Tecnológico Damha, na rodovia engenheiro Thales de Lorena Peixoto (São Carlos/RibeirãoPreto).

 

Bolsas - José Galizia Tundisi também solicitou ao presidente do CNPq 8 bolsas de Pós-Doutorado para, através de Edital, selecionar doutores que possam trabalhar em diferentes secretarias do município. Mário Neto Borges não só apoiou a ideia, como revelou que a iniciativa faz parte da estratégia do CNPq de desenvolver ações afirmativas na área de gestão municipal. Ressaltando, entretanto, que necessita de apoio do Congresso Nacional para a aprovação do orçamento do CNPq para 2018, no valor de R$ 1.450.000.000,00 (Um bilhão, quatrocentos e cinquenta milhões de reais). "Precisamos do apoio dos prefeitos junto aos deputados federais para aprovação deste orçamento", disse Borges.

O secretário Tundisi desenvolverá o projeto, através da sua pasta, mas envolverá também as secretarias de Educação, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Transporte e Trânsito, Saúde, Administração e Gestão de Pessoal, Cidadania e Assistência Social, Esporte e Lazer, da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Obras Públicas, Segurança Pública e Coordenadoria do Meio Ambiente. "Cada secretaria apresentará uma área estratégica para atuação. Os pós-doutores serão alocados nas secretarias sob a orientação de um professor universitário e as bolsas terão inicialmente a duração de um ano", finalizou o secretário de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia de São Carlos.

Na ocasião o secretário José Galizia Tundisi, que também foi presidente do CNPq, recebeu uma placa de Mário Neto Borges em reconhecimento aos relevantes serviços prestados e pela implantação do Programa PELD (Pesquisas Ecológicas de Longa Duração) fundado por Tundisi em 1997.

 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias