Menu
quinta, 09 de abril de 2020
Mobilização

Servidores da UFSCar podem entrar em greve

Assunto foi debatido durante assembleia que aconteceu na Biblioteca do campus de São Carlos; Sindicato alega desmonte da Educação

18 Fev 2020 - 17h26Por Redação São Carlos Agora
Servidores da UFSCar aprovaram, hoje, o estado de greve - Crédito: DivulgaçãoServidores da UFSCar aprovaram, hoje, o estado de greve - Crédito: Divulgação

Os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de São Carlos participaram, nesta terça-feira (18) de uma assembleia na Biblioteca Comunitária (BCo). No encontro, eles aprovaram por unanimidade o estado de greve “rumo à construção da greve em todo o serviço público”. Também devem aderir à greve geral, que ocorre em 18 de março e à formação de um “comando de mobilização visando percorrer o campus da UFSCar, com reuniões setoriais, objetivando a mobilização da categoria.

O coordenador do Sindicato dos Servidores Técnico-Administrativos (SintUFSCar), Antônio Donizetti da Silva, disse ao São Carlos Agora que a greve tem a ver com as últimas medidas adotadas pelo governo federal pela retirada de direitos. “O governo editou um ofício circular 08/20 bloqueando o pagamento de incentivos, horas-extras e progressão de carreira com base em uma política de retirada de direito dos servidores. Essa medida visa estrangular as universidades públicas e o seu funcionamento. Já existe um indicativo nacional de greve na Educação e nós aprovamos a participação dos servidores na construção desse estado de greve e com a federação vamos debater uma data para a greve nacional da categoria”, informou.

Doni, como é conhecido o sindicalista, ressaltou que o movimento desta terça-feira busca a unidade da educação e de outros setores do funcionalismo público. Em nota, o SintUFSCar endossou que uma “grande greve unificada terá forças para se contrapor a essa conjuntura de ataques ao serviço público e aos seus trabalhadores”.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias