domingo, 19 de maio de 2024
Cidade

São Carlos faz “Tributo a Pardinho”

Evento acontece sexta-feira, 14, no Teatro Municipal e homenageia são-carlense que faria 83 anos

10 Ago 2015 - 09h06
0 - 0 -

São Carlos prepara um evento que irá homenagear um são-carlense que, em vida, dedicou-se a difundir a música sertaneja raiz. Sábado, 14, no Teatro Municipal de São Carlos, acontece a partir das 19h30, com entrada gratuita o “Tributo a Pardinho, a Excelência da Primeira Voz”, uma realização da Coordenadoria de Artes e Cultura e da TVE São Carlos. 

Antonio Henrique de Lima, o Pardinho, da dupla Tião Carreiro e Pardinho, é são-carlense, nascido no dia 14 de agosto de 1932 - no dia do tributo, faria 83 anos (faleceu dia 2 de junho de 2001, com 68 anos).

A dupla Tião Carreiro e Pardinho é considerada uma das melhores da música sertaneja raiz, de todos os tempos. Na dupla sertaneja e característico o canto em dueto: um fazendo a primeira voz e outro fazendo a segunda voz em terça. O Pardinho fazia a primeira voz e é considerado como a excelência da primeira voz.

Na programação do tributo, acontecerão duas atrações principais: a Orquestra de Violeiros do Sindicato Rural de São Carlos (com 30 integrantes) e a dupla Carreiro e Pardinho Filho (filho do Pardinho). Também terão as participações especiais de Ronny e Maycon, Carol Viola, e Peão Dourado e Mulato.

Os ingressos poderão ser retirados na bilheteria do Teatro Municipal, a partir desta quarta-feira, 12, das 12h às 18h. Quem não tiver ingresso poderá comparecer no teatro, antes do início do show, e aguardar eventuais ausências de portadores de ingresso.

ENTREVISTA

Um dos organizadores do Tributo, José Ângelo Cintra, 61 anos, professor da USP (Universidade de São Paulo) concedeu entrevista exclusiva ao São Carlos Agora, onde teceu detalhes sobre a homenagem que será feita a Pardinho.

São Carlos Agora - Quando surgiu a iniciativa desta homenagem? Porque ela será feita? 

José Ângelo Cintra - Desde o ano passado, no âmbito do programa de sertaneja raiz que apresento na TVE São Carlos, o Moda de Viola. É um programa temático, sobre uma dupla, um cantor ou um compositor. O programa de estreia foi um Especial Pardinho, em 4/11/2014. Desde então comecei a idealizar o projeto do Tributo a Pardinho. E acabou acontecendo na parceria entre a TVE e a Coordenadoria de Artes e Cultura da Prefeitura Municipal de São Carlos. (Todos os 18 programas já exibidos estão no youtube – é só pesquisar por: TVE Moda de Viola)

SCA - O que Pardinho significa para a música raiz? 

Cintra - O Pardinho é um dos maiores ídolos da sertaneja raiz. Sua dupla mais conhecida é com Tião Carreiro, mas Pardinho teve outras 3 duplas: com Zé Carreiro, com Pardal e com João Mulato. Nas 4, ele fazia a primeira voz. (Nas duplas sertanejas e característico o canto em dueto: um fazendo a primeira voz e outro fazendo a segunda voz em terça). O Pardinho é considerado pela crítica como a excelência da primeira voz.

SCA - Por ele ser são-carlense, acredita que ele é pouco lembrado pela sua cidade natal?

Cintra - Os são-carlenses lembram bastante dele e sentem muito orgulho pelo fato dele ter nascido aqui. Com o tributo, é a oportunidade de todos demonstrarem publicamente esta adoração ao Pardinho, e à sua família que estará presente no evento: a viúva Sra. Lucilia, os filhos Carlos Henrique e Rosângela, e duas netas.

SCA - A perspectiva é que se faça anualmente esta homenagem? 

Cintra - A intenção é que este tributo seja anual, sempre nessa época do ano, pois 14/08 é a data de aniversário de Pardinho. Ele nasceu em 14/08/1962, na Fazenda São Joaquim, da família Botelho, e faleceu com 68 anos, em 2/06/2001.

SCA - Pardinho é um ícone da música sertaneja raiz e foi lembrado em uma justa homenagem. Outros ídolos, como Ronald Golias, Jair Rodrigues também serão lembrados? 

Cintra - Esses e outros ídolos são merecedores de muitas homenagens. O Golias, por exemplo, acabou de reverenciado na excelente biografia Ronald Golias o Gigante do Humor, de autoria do são-carlense Luiz Carlos Barbano, lançada em maio/2015 pela editora Rima, de São Carlos. 

SCA - Existe a preocupação hoje de cultuar aqueles que divulgaram São Carlos no meio artístico?

Cintra - Não só em São Carlos, mas em várias cidades está em alta um movimento de cultuar seus ídolos da sertaneja raiz. Pirassununga organizou recentemente a 21ª Semana Nenete de Música Caipira (em homenagem a Nenete, do trio Nenete, Dorinho e Nardelli), Bofete a 7ª Semana Carreirinho, Paranapanema o Festival Dino Franco, e Itapetininga uma estátua na praça central pelo cinqüentenário de morte de Teddy Vieira.

Leia Também

Últimas Notícias