Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Cidade

São Carlos digitaliza acervo da Revolução de 32

Museu faz reprodução digital de 3.860 peças sobre a história do município

03 Jul 2010 - 10h50Por Redação São Carlos Agora

O Museu de São Carlos, gerenciado pela Coordenadoria de Artes e Cultura da Prefeitura, acaba de concluir mais uma etapa de revitalização do seu acervo com a reprodução digital de 3.860 itens. O trabalho vai ajudar os pesquisadores a contar importantes momentos da história do município, como a participação de 568 são-carlenses na Revolução Constitucionalista de 1932. A direção do museu já estuda colocar todo o acervo digital à disposição do público na internet. 

A participação dos são-carlenses na Revolução de 1932 pode ser recontada por mais de 400 fotos e objetos como capacetes, fardas e utensílios domésticos. Os registros fotográficos mostram soldados perfilados, a partida da tropa embarcada nos trens da estação e ainda o dia a dia do pronto-socorro de campanha. O funeral e o enterro de quatro soldados da cidade mortos em combate também estão registrados. 

A maior parte dessas fotos foi doada por familiares e os próprios participantes da revolta paulista. “A grande maioria desse material tem identificação”, explica Joana D’Arc de Oliveira, responsável pela direção do museu. Parte desse arquivo pode ser visto pelo público em exposição no museu. 

O Museu de São Carlos foi inaugurado em 1957 e, ao longo de sua história, foi abandonado e fechado por dois anos. Em 2001, começou sua revitalização, que contou com consultoria de especialistas em museologia. 

Instalado na antiga estação ferroviária da cidade, hoje Estação Cultura, o museu funciona de terça a sexta-feira, das 8h às 18h; sábados domingos e feriados, das 13h às 17h, com entrada franca. O endereço é Praça Antonio Prado, s/nº, centro. Informações: (16) 3373-2708.  

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias