Menu
quarta, 16 de junho de 2021
Cidade

Santa Casa de São Carlos oferece exame gratuito para medir gordura do corpo

Bioimpedância é o nome do procedimento que avalia o corpo humano permitindo distinguir a quantidade de gordura corporal e de músculos

31 Jul 2015 - 09h37
Pesquisado avalia a massa corpórea do paciente em busca de indicadores que possam orientar a mudança de habito para se atingir o peso ideal / Foto: Hever Costa Lima - Pesquisado avalia a massa corpórea do paciente em busca de indicadores que possam orientar a mudança de habito para se atingir o peso ideal / Foto: Hever Costa Lima -

A Santa Casa em parceria com o Grupo de Óptica do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da Universidade de São Paulo (USP) oferece, de forma gratuita, o exame de bioimpedância de alta precisão que possibilita avaliar o corpo permitindo distinguir a quantidade de gordura corporal, a quantidade de músculos, taxa metabólica basal, concentração de agua e minerais ósseos. Este exame está dentro do projeto da Fotodinâmica que ainda oferece tratamento para artrite, artrose e alguns canceres de pele.

Para o pesquisador Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e IFSC-USP, Antonio Eduardo de Aquino Junior essa importante ferramenta torna possível avaliar a composição do corpo e juntamente com a orientação dos profissionais, o apontamento dos caminhos para uma mudança no estilo de vida e diminuição da gordura corporal e sobrepeso.

Para as pessoas interessadas em realizar a avaliação da bioimpedância, basta agendar um horário pelo telefone 3509 1351 das 8 às 12 horas e das 13h30 ás 17 horas. O procedimento, que é gratuito, é feito às quintas-feiras na Rua Serafim Vieira de Almeida 337.

Contudo necessita que a pessoa evitar exercício físico no dia anterior ao exame, e não beber produtos termogênicos como por exemplo: café, chá mate, branco ou verde e refrigerantes que tenham cafeína e estimulantes. Para mulheres a avaliação não é indicada no período menstrual, com também para quem tem marca-passo.

Na análise do pesquisador, o crescimento da obesidade traz um alerta é pode ser visto como um dos grandes males da sociedade contemporânea. “É uma enfermidade multifatorial, onde 95% dos casos são fatores de causa externa, como alimentação inadequada e inatividade física”.

A classificação exógena indica ganho de massa corporal, aumentando não somente os depósitos de gordura, mas também as células de gordura, chamadas de adipócitos. Esta ingestão calórica excessiva em detrimento da diminuição da atividade física diária é a causa de tantos casos de obesidade.

Desta forma, a avaliação realizada por bioimpedância associada à indicação dos profissionais em relação à mudança dos hábitos cotidianos é uma ferramenta a mais para iniciar possíveis procedimentos clínicos e auxiliar a população quanto às formas de reverter os quadros de sobrepeso existentes. “O laudo pode ser um indicador na melhorar da qualidade de vida das pessoas”, relatou Aquino Junior.

Fotodinâmica

O Grupo de Óptica desenvolve diversas pesquisas, principalmente aquelas que visam uma aplicação direta em benefício da sociedade. Na área de saúde, a fotônica tem sido utilizada em várias aplicações, tais como: biomodulação de respostas celulares, processamento de materiais e tecidos biológicos e tratamento de tumores. Nesta última, a interação da luz com o agente fotossensibilizador, na presença do oxigênio, resulta na terapia Fotodinâmica, uma técnica aplicada, por exemplo, para o tratamento local do câncer de pele.

Para o professor e doutor Vanderlei Salvador Bagnato, que está à frente das pesquisas na área de Fotodinâmica no IFSC, em São Carlos, a instalação destes equipamentos na Santa Casa traz a interação entre as diversas equipes de pesquisadores do Grupo de Óptica, e reafirma a diretriz do departamento que é realizar ciência e inovação com responsabilidade social.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias