Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021
Saúde

Santa Casa comemora Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos

27 Set 2018 - 06h57Por Redação
Santa Casa comemora Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A equipe da Comissão de Captação e Transplante de Órgãos e Tecidos da Santa Casa de São Carlos marca o Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos com a palestra “Doação de Órgãos” que será ministrada pelo representante do Banco de Tecidos Humanos do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, Ms. Carlos Alexandre Curylofo Corsi.

Na ocasião será apresentado o trabalho desenvolvido pela Comissão na captação de doadores pelo médico coordenador da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e coordenador da Comissão de Captação de Órgãos e Tecidos Humano da Santa Casa, Dr. Jose Carlos Bonjorno Junior.

O evento acontece na quinta-feira, 27 de setembro, a partir das 8h30, no Auditório da Santa Casa. O evento é gratuito e aberto ao público.

Na oportunidade, a Comissão irá mostrar o que deve ser feito para a pessoa se tornar uma doadora e abordar a questão da solidariedade que atinge diretamente, a redução das filas de transplantes de órgãos.

A Comissão da Santa Casa já conseguiu realizar desde 2009, quando foi criada, 17 captações de múltiplos órgãos e perto de 130 córneas.

De acordo com Bonjorno, é importante que a pessoa expresse em vida seu desejo de ser doador de órgãos, para que a família possa juridicamente, efetivar a doação.

O Ministério da Saúde ressalta que hoje, pela legislação brasileira, a retirada de órgãos e tecidos de pessoas com morte encefálica comprovada só pode acontecer após a autorização da família. Por isso, quem tem interesse em doar órgãos deve manter a família avisada, diz o governo.

O passo principal para você se tornar um doador é conversar com a sua família e deixar bem claro o seu desejo. Não é necessário deixar nada por escrito. Porém, os familiares devem se comprometer a autorizar a doação por escrito após a morte.

Bonjorno ressaltou que a Santa Casa está preparada tecnicamente para que as equipes de captação façam os procedimentos cirúrgicos.

“O trabalho da Comissão só teve sucesso nas oportunidades de captação de múltiplos órgãos, porque as famílias estão informadas sobre a importância da doação”, ressaltou.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias