Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Cidade

RedeSanca deve entrar em operação em 6 meses

A rede, que inicialmente foi desenvolvida apenas para capitais, terá transmissão de dados em alta velocidade e contemplará diversos órgãos públicos de São Carlos

10 Ago 2010 - 18h44Por Redação São Carlos Agora

O prefeito Oswaldo Barba participou, na manhã de terça-feira (10), no auditório da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), da reunião que traçou os próximos passos de implantação da RedeSanca de transmissão de dados em São Carlos.

A RedeSanca vai interligar universidades, centros de pesquisas, parques tecnológicos, equipamentos de saúde municipal como Hospital-Escola, Samu e Ceme, unidades escolares, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros na transmissão de conteúdo por meio da construção de um grande anel em fibra óptica de alta velocidade de transmissão de dados.

Essa rede terá 36 km e investimentos aproximados de R$ 780 mil com recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia. Há uma estimativa que os sistema esteja implantado e configurado num prazo de 6 meses.

De acordo com a secretária geral de Informática da UFSCar, Regina Borges Araújo, o sistema tem por objetivo melhorar a infraestrutura de comunicação entre os mais variados segmentos de São Carlos, que somam 12 parcerias. “Essa interligação na transmissão de dados também reduz custos de tráfego no acesso às informações”, comenta.

Ela resgatou os esforços do município e da universidade, que começaram em 2007, quando da visita do ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, à cidade. Segundo a professora, as gestões políticas da Prefeitura e da UFSCar à época foram imprescindíveis para a conquista da Rede para São Carlos, já que antes estava restrita às capitais.
A professora Regina detalhou ainda a importância do sistema para os órgãos públicos. “Para a segurança pública também é interessante a integração na RedeSanca pois permitirá o aprimoramento nos serviços prestados à população como a vigilância da cidade por meio das câmeras”, exemplificou.

Benefícios - Dentre os outros benefícios possíveis pela RedeSanca estão ensino à distância, saúde da família com o acompanhamento familiar via rede, telemedicina (robótica, fabricação e uso de equipamentos de alta tecnologia como tomógrafos, transmissão de imagens de alta resolução, ambientes virtuais colaborativos, sistemas imersivos de realidade virtual, diagnóstico remoto) e simulações distribuídas (computação em grade, realidade virtual distribuída), entre outros benefícios. “A RedeSanca é um investimento estratégico para São Carlos pelo seu perfil tecnológico. O sistema vai beneficiar toda a população na interligação de todos os setores para a transmissão de dados”, endossa o prefeito Oswaldo Barba.

O diretor-adjunto da Rede Nacional de Pesquisa (Redecomep), Gorgônio Araújo, também participou do encontro. Na opinião dele, a partir do interesse de São Carlos em integrar a rede “a cidade abriu caminhos para a interiorização desse meio tecnológico”. Esse projeto é concebido a operar nas capitais. Apenas Campinas, São Carlos e Niterói (RJ) fogem à regra e mantêm o sistema. Mais detalhes pelo site http://www.redesanca.ufscar.br.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias