domingo, 16 de junho de 2024
Cidade

PT se manifesta sobre greve dos motoristas de ônibus

Segundo Erik Silva, presidente do partido, estão tentando insinuar participação do partido na organização do movimento paredista.

30 Mai 2024 - 08h22Por Da redação
Erik Silva, presidente do PT em São Carlos - Crédito: arquivoErik Silva, presidente do PT em São Carlos - Crédito: arquivo

O Partido dos Trabalhadores (PT) de São Carlos, através do seu presidente, Erik Silva, se manifestou através das redes sociais sobre o suposto envolvimento de um filiado do partido na organização da greve dos motoristas de ônibus na última segunda-feira (27).

“Repudia com veemência qualquer tentativa de insinuar a participação do PT na organização ou direção da greve que, embora direito constitucional dos trabalhadores, prejudicou a população de São Carlos, ao não ter mantido o funcionamento do percentual obrigatório a um serviço essencial”, diz trecho da Nota Pública.

Em outro trecho, a nota faz criticas ao serviço de transporte público prestado na cidade e que cabe a Prefeitura Municipal e a empresa informarem à população sobre a greve. “Cabe exclusivamente à Prefeitura Municipal e à empresa prestadora do serviço a obrigação de informar de maneira objetiva e transparente quais as razões que levaram a essa situação”.

CPI

Na sessão da última terça-feira (28), uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi formada para para investigar a suposta atuação de um afiliado do Partido dos Trabalhadores (PT) e outros envolvidos no movimento paredista.

“O que temos de informação é que o líder desse movimento é uma pessoa ligada ao Partidos dos Trabalhadores (PT) e nós estamos recebemos áudios, prints de conversas, trechos de vídeos que mostram lideranças partidárias articulando esse movimento de paralisação, muito provavelmente com viés político eleitoral, visto que estamos há 4 meses das eleições”, declarou o vereador do Progressista, autor do requerimento.

Leia Também

Últimas Notícias