Menu
segunda, 21 de setembro de 2020
Cidade

Prefeitura oferece aulas de alfabetização para moradores de assentamento

02 Ago 2009 - 11h35Por Redação São Carlos Agora
Desde a semana passada, uma turma muito especial de alunos iniciou o curso de alfabetização oferecida pela Secretaria Municipal de Educação, através do programa de Educação de Jovens e Adultos. São 25 estudantes de 15 a 68 anos moradores de um assentamento próximo à rodovia Domingos Inocentinni, que liga São Carlos ao Broa.

Com o apoio da Prefeitura, por meio das secretarias de Educação e Cidadania e Assistência Social, os moradores construíram dentro do assentamento uma escola improvisada. Foram fornecidos materiais de construção para fazerem o chão e o telhado, lonas, carteiras escolares, lousa e material escolar.

Um gerador movido à gasolina garante a iluminação da escola, já que o local não possui energia elétrica e as aulas são realizadas à noite. A professora é do próprio assentamento. “Quando iniciaram as discussões sobre a implantação da escola, a Secretaria de Educação soube que eu tinha feito magistério e estágios em outras escolas, assim surgiu a ideia de dar as aulas”, explica a professora Amanda Rafaela Ricci.

Como todos os professores do projeto Brasil Alfabetizado, Amanda recebe uma bolsa-auxílio. O projeto é uma parceria do governo federal com a Prefeitura, através do Mova, e visa alfabetização de pessoas com mais de 15 anos.

Segundo a secretária de Educação, Lourdes Moraes, a demanda pela implantação de uma sala de alfabetização foi detectada durante uma visita da equipe pedagógica da secretaria ao assentamento. “As crianças que vivem no local foram encaminhadas para a rede municipal de educação e os mais velhos que não tinham frequentado escola tivemos a ideia de formar uma sala de alfabetização”.

Além do acesso à educação, a Prefeitura também oferece apoio para as 102 famílias que estão morando no assentamento. A secretária de Cidadania e Assistência Social, Rose Mendes, explica que é feito um acompanhamento mensal da situação das famílias. “Inicialmente, fizemos um cadastro de todos e encaminhados para programas de complementação de renda, além de outros serviços sociais”.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias