quarta, 28 de fevereiro de 2024
Cidade

Por falta de pagamentos, funcionários de empresa no Parque Delta paralisam atividades

Oxipiso Industrial foi fundada há 40 anos e corre o risco de fechar.

12 Jun 2017 - 09h44
Foto: Milton Rogério - Foto: Milton Rogério -

Aproximadamente 13 funcionários da tradicional empresa Oxpiso Industrial, especializada em mármores e granitos, fundada há 40 anos, localizada na rua Italo Paino, no Parque Delta, paralisaram as atividades por falta de pagamentos. O movimento teve início na quinta-feira, 8.

Em contato com um dos funcionários, o São Carlos Agora obteve a informação que o movimento teve origem tendo em vista que os salários estariam atrasados há dois meses.

"No início da semana passada, a direção disse não iria pagar mais os salários e que as atividades da empresa seriam paralisadas. Ou seja, fechar as portas. A gente tenta manter contato com os diretores, mas eles não falam nada", disse um preocupado trabalhador.

CARRO DO DONO

Semana passada, segundo o funcionário, a direção da empresa ofereceu um dos carros de um dos proprietários da Oxpiso para que o dinheiro arrecadado pudesse ser rateado entre os trabalhadores como forma de abater o salário.

"Mas isso não é o suficiente", disse o indignado trabalhador.

NINGUÉM ENTRA, NINGUÉM SAI

O SCA apurou ainda que a Polícia Militar acompanha o movimento e os trabalhadores se postaram em frente ao portão principal da Oxpiso. "Ninguém entra e ninguém sai", garantiu o funcionário.

Segundo ele, até clientes estão reivindicando as encomendas. "Mas há informações da direção que a empresa vai fechar. Então, enquanto não ser atendidos o que é nosso direito, ficaremos aqui", garantiu o trabalhador.

A direção disse aos funcionários que durante esta segunda-feira, 12, haveria uma reunião com o advogado da empresa no sentido de ver qual encaminhamento seria dado. "Estamos preocupados. Precisamos dos documentos para ir atrás no nosso FGTS, dar entrada no seguro-desemprego e receber nossos direitos", disse um trabalhador.

CLIENTE NA MÃO

Um comerciante de 65 anos que teria feito uma encomenda e pago o produto há cerca de seis meses, está na mão.

Preocupado, está em frente a empresa na tentativa de solucionar o problema. "Os funcionários passam por problemas e percebi que ninguém entra ou sai. Sinceramente não sei como irei resolver o impasse", salientando que construiu duas casas e necessita do material urgentemente. "Já está pago", disse.

O São Carlos Agora tentou falar com os responsáveis da empresa através de vários telefones que constam na internet, porém sem sucesso. 

O portal está à disposição, caso os representantes queiram se manifestar.

Leia Também

Últimas Notícias