Menu
sexta, 23 de abril de 2021
Cidade

ONG pretende acolher as gestantes que tenham gravidez de risco

ONG nasceu com o intuito de aconselhar, amparar gestantes em estado de vulnerabilidade

23 Out 2017 - 07h41
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Dilectum vem do latim e seu significado é "favorito, predileto". É uma Organização Não Governamental (ONG) e surgiu em São Carlos com o intuito de evitar o aborto e respeitar a vida.

A informação foi passada ao São Carlos Agora por dois voluntários desta entidade que iniciou suas atividades de fato no dia 14 deste mês, durante a realização do 5º Hallel, no Salesianos São Carlos.

A funcionária pública Ana Maria Muller, 58 anos e o corretor de imóveis Luiz Antonio Lembo, 56 anos disse inicialmente que a ideia de se formar a ONG nasceu há cinco anos quando um fato triste aconteceu na família de Ana Maria, quando uma filha teve aborto espontâneo.

"Desde então senti a necessidade de ajudar mulheres que passam por problemas similares", disse a voluntária. De acordo com ela, a missão da Dilectum é aconselhar, amparar e acolher gestantes em estado de vulnerabilidade, por meio de assistência médica, psicológica e social, com equipes que atuam de forma diferenciada, responsável e empenhada em servi-las, com foco na valorização da vida, a fim de assegurar a integridade da mãe e do bebê.

ACOLHIMENTO

Ana Maria disse que a meta da Dilectum é ser referência nacional nesta missão até 2020. Passo a passo buscar conscientizar a gestante a não cometer o aborto. "Somos voltados para a vida e pretendemos acolher as gestantes que tenham gravidez de risco, que seja dependente química, entre outros problemas que atinjam as mulheres", informou, pontuando que muitos casos envolvem famílias carentes.

VISITAS DOMICILIARES

Luiz Antonio disse que o primeiro passo para que a Dilectum seja de fato uma ONG ativa foi dado no dia 14, quando um stand foi montado no 5º Hallel, cuja meta era esclarecer quanto à gestação e procurar passar informações sobre a não prática do aborto.

"Toda a documentação da ONG está regularizada e agora trabalhamos no sentido de buscar recursos para que possamos ter uma sede e atender as pessoas. Até lá iremos realizar visitas domiciliares para atendimento e triagem. Queremos evitar o aborto e respeitar a vida", disse Luiz Antonio. "Esta ONG era uma cobrança da própria sociedade para que São Carlos tivesse um trabalho mais específico. Pretendemos com o tempo, atender as gestantes nas maternidades e em locais de saúde", comentou, salientando que hoje a Dilectum possui 3 voluntários. "São profissionais liberais que atuam em vários áreas, mais especificamente na saúde", comentou.

PARCERIA

De acordo com Luiz Antonio, a ONG pretende trabalhar em parceria com o Poder Público neste serviço. "Tivemos cinco anos para criar esta ONG que agora é fato. Nosso próximo passo é buscar uma sede com o intuito de atender as mulheres", afirmou Luiz Antonio.

Para as gestantes que necessitarem de informações sobre a Dilectum e sua atuação, o contato é 16 99718-9097.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias