sexta, 01 de março de 2024
Cidade

Nova USF de Santa Angelina terá denominação de Heitor Moraes

04 Ago 2010 - 14h54Por Redação São Carlos Agora

A Câmara Municipal aprovou por unanimidade na última terça-feira (3), o projeto de lei No.216, de autoria da vereadora Laíde Simões (PMDB), que dá  o  nome de "Heitor Moraes" à nova Unidade de Saúde da Família, localizada no cruzamento das Avenidas João Dagnone com Gildeney Carreri, no bairro Santa Angelina.

O farmacêutico Heitor Moraes exerceu a profissão durante quase 70 anos, sendo 35 deles em São Carlos. Nascido em Paraguaçu, Minas Gerais, no ano de 1912 era o mais velho dos 5 filhos do comerciante Francisco Correa de Moraes e da dona de casa Maria Pereira de Moraes.

Formou-se em 1931,em Farmácia e Bioquímica pela Universidade Federal de Alfenas, Minas Gerais e já  no ano seguinte começou a trabalhar, primeiro em sociedade com um farmacêutico mais experiente e já estabelecido. Depois, ganhou de presente de seu pai a Farmácia Coração de Jesus com sede própria e funcionando ao lado do armazém de sua família em Paraguaçu.Casado com Maria Aparecida do Prado Moraes, com quem teve seis filhos – Liliana, Francisco, Heitor, Rosane, Rosália e Pedro – que lhe deram 6 netos, Heitor trabalhou até o ano de 1967 em sua farmácia em Paraguaçu.

Devido a problemas de saúde de sua esposa, foi necessário que se mudassem para um centro maior e a cidade escolhida foi São Carlos,terra natal de Maria.Heitor comprou no ano de 1967 a farmácia São Francisco de Assis, pertencente a família Raymundo, localizada à rua Geminiano Costa.

Heitor foi do tempo em que a farmácia – a botica – era o ponto de encontro não só dos clientes como também de transeuntes que ali iam trocar idéias e por a conversa em dia.

No ano de 2004, com 92 anos de idade, foi homenageado pela Revista do Conselho Regional do Estado de São Paulo CRF 8, que o saudou como o mais antigo farmacêutico em atividade naquela ocasião. A matéria intitulada “Do alto das pedras”, contou um pouco de sua trajetória profissional e da dificuldade em manter seu pequeno negócio frente às grandes redes de farmácia.Heitor era conhecido e reconhecido pelo homem simples, o operário, o morador da zona rural. Faleceu em São Carlos no ano de 2005.

Leia Também

Últimas Notícias