Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Cidade

Municípios trocam experiências sobre ?Casas Abrigo? em São Carlos

14 Ago 2010 - 11h51Por Redação São Carlos Agora

Na quarta-feira (11), São Carlos sediou um encontro com profissionais que trabalham em “Casas Abrigo” de seis cidades: São Paulo, Araraquara, São Carlos, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Bauru.

A Casa Abrigo é um programa, de caráter sigiloso e provisório, que acolhe a mulher vítima de violência doméstica e seus dependentes menores, tendo como objetivos principais proporcionar as usuárias o resgate e a valorização da autoestima, rompendo o ciclo de violência de que são vítimas e buscando combater preconceitos e discriminações que legitimem a violência contra a mulher.

A reunião aconteceu na sala dos prefeitos “Antonio Massei”, no Paço Municipal de São Carlos, e contou com a presença da secretária municipal de Cidadania e Assistência Social Rose Mendes.

No início da reunião, a secretária destacou a importância do encontro. “É um desafio muito grande lidar com a violência contra a mulher. É muito bom esse contato com estes profissionais das Casas Abrigo, porque cada município tem uma experiência diferente de trabalho para apresentar”, disse Rose.

Segundo a chefe de divisão de Políticas para as Mulheres de São Carlos, Raquel Auxiliadora dos Santos, esta reunião é resultado de um trabalho desenvolvido pelo grupo “Construindo a Rede São Paulo”, que foi formado em 2002 por profissionais de Araraquara, Campinas, Piracicaba, Santo André, Santos, São Bernardo, São Carlos e São Paulo.
“Esta reunião acontece a cada dois meses em São Paulo. É a primeira vez que nos reunimos em um município do interior do Estado. A meta do grupo é que esta reunião seja itinerante e a cidade de São Carlos foi a primeira a sediar este encontro”, comemorou Raquel.

Ela explicou que, de acordo com Observatório da Lei Maria da Penha, existem apenas 14 Casas Abrigo no Estado de São Paulo. Por este motivo, trocar experiências entre as cidades apontando os pontos comuns e divergentes foi muito positivo.

“São Carlos, São Paulo e Araraquara já têm um trabalho de Casas Abrigo desenvolvido há muito tempo e puderam debater ideias com cidades que iniciaram há pouco tempo este trabalho ou até que ainda não possuem este serviço”, destacou.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias