segunda, 20 de maio de 2024
Confusão

Motoristas de aplicativos alegam que foram lesados por ex-funcionário de locadora de carros

04 Mar 2020 - 18h18Por Redação São Carlos Agora
Motoristas reunidos na frente da empresa - Crédito: Maycon MaximinoMotoristas reunidos na frente da empresa - Crédito: Maycon Maximino

 

Motoristas de aplicativos alegam que foram lesados pelo ex-funcionário da locadora de veículos Movida, localizada na avenida São Carlos, na região do terminal rodoviário. Na tarde desta quarta-feira (4) eles estiveram na frente da empresa e a Polícia Militar foi chamada.

Segundo apurado pelo SCA,  os motoristas dizem que quando o funcionário trabalhava na empresa, locou carros para  aproximadamente 50 pessoas que foram trabalhar em plataformas de aplicativos de transporte de passageiros. Ele fazia tudo dentro dos padrões, com contratos e toda documentação exigida, porém é acusado de desviar o dinheiro recebido das mensalidades.

"Ele recebia o valor da mensalidade. Falava que estava tudo certo. Que iria mandar o recibo por email, mas nunca chegava. Como ele trabalhava na empresa, ninguém duvidava", disse um motorista que preferiu não ser identificado.

Ao perceber o rombo nas contas, a empresa demitiu o funcionário que seria de Ibaté e passou a cobrar o clientes tentando tomar os veículos.

Uma motorista de Matão, que teria sido lesada, alega que foi perseguida por um homem em busca do veículo alugado. Ela disse que as prestações estavam em dia e não entregou o carro.

Alguns motoristas chegaram a pagar adiantado as parcelas chegando em alguns casos o valor em R$ 30 mil. O prejuízo estimado para a empresa pode chegar aos R$ 500 mil.

No final ficou acertado que quem tinha pago parcelas adiantado poderia ficar com o veículo até terminar o saldo. Posteriormente deverá iniciar um novo ciclo de pagamentos junto a empresa.

O SCA entrou em contato com a assessoria de imprensa da Movida e aguarda um pronunciamento. Assim que tivermos a resposta, essa notícia será atualizada.

OUTRO LADO 

A Movida tomou conhecimento de supostas irregulares cometidas por um ex-funcionário em sua loja de São Carlos. Apurados os fatos e confirmadas eventuais irregularidades na atuação de seu ex-funcionário, a Movida adotará todas as providências cabíveis administrativas e junto às autoridades competentes.

Leia Também

Últimas Notícias