sábado, 18 de maio de 2024
Cidade

Marquinho Amaral quer explicações sobre Márcio Marino

18 Fev 2015 - 15h57
0 - 0 -

O vice-presidente da Câmara Municipal de São Carlos, vereador Marquinho Amaral (PSDB), apresentou na manhã desta quarta-feira (18), requerimento solicitando informações do prefeito Paulo Altomani (PSDB), sobre a exoneração e posterior nomeação do secretário municipal de Obras Públicas, Marcio Marino.

De acordo com Marquinho, no final do ano passado, durante várias entrevistas concedidas às emissoras de rádio da cidade, o prefeito afirmou que havia demitido Marino, e seu diretor José Roberto Gianlourenço, por receber denuncias contra os servidores.

“O ilustre prefeito afirmou que estava apurando todas as denuncias e, caso nada fosse encontrado que desabonasse os senhores Marino e Gianlourenço, os mesmos voltariam para as suas funções”, lembrou.

O vereador conta que, até o presente momento, os parlamentares e a população de São Carlos, desconhecessem quais foram as denuncias e se as mesmas foram, de fato, apuradas. “Por estes motivos, apresento este requerimento para que o prefeito possa dar publicidade a essas denúncias e explicar o que, realmente, aconteceu”, explicou.

Entre as solicitações, Marquinho quer saber quais foram às denúncias contra Marino e Gianlourenço; se foi nomeada alguma sindicância interna para apuração; quais os tipos de denúncias; quais pessoas ou empresas efetuaram essas denúncias; caso não exista sindicância, quem apurou as denúncias recebidas e divulgadas nas emissoras de rádio; se foi constatado alguma coisa que desabonasse o secretário e o diretor de Obras Públicas; o que motivou o prefeito trazer de volta Marino e por que não ocorreu o mesmo com Gianlourenço; entre outras solicitações.

O vereador também questiona a possibilidade do prefeito enviar o teor e documentos de todas as denúncias que recebeu contra Marcio Marino e Gianlourenço. “Caso negativo, qual o motivo que impede, uma vez que esta Casa de Leis cumpre, seguindo o que determina a Lei, o papel de fiscalizadora dos atos do Poder Executivo?”, quer saber o vice-presidente.

“Esperamos que, tão logo, o prefeito encaminhe as respostas solicitadas por este vereador para que as dúvidas sobre a moral e índoles dessas pessoas, não sejam mais questionadas pela maioria da população. Até que provem o contrário, acredito na seriedade e honestidade, tanto de Marino como de Gianlourenço”, finalizou.

Leia Também

Últimas Notícias