quarta, 29 de maio de 2024
1ª na América Latina

LATAM inova ao utilizar drone para inspeção de aeronaves no Centro de Manutenção em São Carlos

03 Mar 2020 - 19h58Por Marcio David
Analista de sistemas, Gustavo Zanata Guella, observa o drone no MRO da Latam - Crédito: Marcio DavidAnalista de sistemas, Gustavo Zanata Guella, observa o drone no MRO da Latam - Crédito: Marcio David

Nesta terça-feira (3) a Latam Airlines abriu as portas do Centro de Manutenção em São Carlos (MRO) para apresentar o drone utilizado na inspeção de aeronaves Airbus 320. A companhia aérea é a primeira na América Latina a utilizar a tecnologia que foi desenvolvida em parceria com a empresa francesa Donecle.  A demonstração foi promovida pelo diretor de manutenção da Latam Brasil, o são-carlense Alexandre Peronti e Marcos Melchiori, gerente sênior do MRO.

São-carlense de nascimento, diretor de manutenção da Latam Brasil, Alexandre Peronti mostra interior de um Airbus A320 sendo desmontado para receber a nova configuração. (foto Marcio David/São Carlos Agora)

O drone utiliza tecnologia por laser para inspecionar o exterior das aeronaves de forma autônoma e com inteligência artificial, mas sempre sob a supervisão de um profissional. O processo considera todas as áreas dos aviões e registra imagens em alta resolução a cada segundo que, por sua vez, são encaminhadas para um software específico do equipamento, identificando eventuais danos. Em seguida, esses possíveis problemas são examinados em detalhes pelo técnico responsável para que decida o melhor procedimento para reparo. Todos os dados são armazenados em nuvem e podem ser rapidamente consultados via internet em qualquer lugar do planeta.

Com a nova tecnologia, a Latam conseguiu otimizar em mais de 70% o processo de inspeção de suas aeronaves, economizando tempo e dinheiro.

O novo método foi homologado recentemente pela fabricante de aeronaves Airbus, que compõem a maioria dos aviões da frota da Latam.

"Desde agosto do ano passado quando iniciamos o processo para implantação da inspeção através do Drone, entendemos que conseguiríamos ampliar a qualidade do serviço com essa nova tecnologia. Observamos que tínhamos disponível, especialmente na Europa esse tipo de ferramenta tecnológica e a partir dai foi que a gente iniciou o processo de validação através de uma série de inspeções aqui em São Carlos. Então, de agosto até dezembro do ano passado nós cumprimos uma série de inspeções usando o drone para validar o modelo e demonstrar para autoridades aeronáuticas européias e para o fabricante das nossas aeronaves, no nosso caso a Airbus, que o método era igual ou superior  ao método tradicional. No começo deste ano recebemos a aprovação deste novo método. A partir de agora temos tudo isso disponível nos manuais do fabricante e podemos utilizar tranquilamente", informou Peronti.

RETROFIT

Outra novidade apresentada pela Latam é as mudanças que estão sendo promovidas na cabine de passageiros das aeronaves Airbus 319, 320 e 321. No processo conhecido como retrofit, todo o interior da aeronave é desmontado e os assentos removidos. Na aeronave Airbus 320 apresentada pelo diretor de manutenção da Latam, Alexandre Peronti, o banheiro dos fundos e galley (cozinha) mudaram de posição para acomodar novas poltronas. Antes, o assoalho foi reforçado. No caso do A320, a capacidade de passageiros saltou de 174 para 180. O investimento faz parte da estratégia global da empresa para a reconfiguração das cabines de seus aviões até o segundo semestre de 2020.

Com a mudança, as aeronaves ganham a nova classe Premium Economy em voos domésticos e internacionais dentro da América Latina. A nova classe promete ter serviços exclusivos tanto no aeroporto como em voo. Quem optar pelo serviço deve pagar em torno de R$ 120 a mais que a classe econômica comum e deve desfrutar de compartimento exclusivo para bagagem de mão, assento central bloqueado para maior espaço e privacidade e experiência diferenciada a bordo (incluindo snacks, bebidas e outras opções complementares).

A adaptação das mais de 240 aeronaves está sendo realizada gradativamente no Centro de Manutenção em São Carlos.

CRESCIMENTO

O MRO em São Carlos e o maior da América latina e é estratégico para o grupo. Desde sua criação em 2001, já foram realizados 2.670 checks e 710.000 componentes foram revisados.

Em 2018, a companhia investiu R$ 22 milhões para ampliação e modernização dos hangares do centro de manutenção.

Neste ano, a Latam ampliará em 15% sua capacidade operacional, com a execução de 21 novos checks adicionais de aeronaves. Grande parte da perspectiva de crescimento se deve a internacionalização do aeroporto Mario Pereira Lopes no ano passado. Mais de 290 aeronaves devem passar por São Carlos nos próximos meses, boa parte vindo de outros países.

Para dar conta de tanto trabalho, a empresa abriu 180 vagas de emprego entre mecânicos, auxiliares, engenheiro e outras posições de suporte. Mais de 80% já foram preenchidas. Quem tiver interesse em se candidatar, pode encaminhar o currículo pelo site da empresa.

Leia Também

Últimas Notícias