Menu
sexta, 17 de setembro de 2021
Cidade

Justiça propõe e concilia regras de igualdade entre as chapas para eleição do Sindicato

Com acordo judicial, Metalúrgicos da CUT conquistam regras menos antidemocráticas para o processo eleitoral

21 Jul 2010 - 17h11Por Redação São Carlos Agora

Em audiência realizada na Justiça do Trabalho, no dia 13 de julho, foi firmado um acordo judicial que estabelece condições iguais para a eleição da direção do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté.

A conciliação foi proposta pela Justiça, a partir do processo onde diretores do sindicato, ligados a CGTB, pediram a anulação da assembléia extraordinária liderada pelos diretores da CUT (Central Única dos Trabalhadores), realizada no dia 14/03, no Grêmio Recreativo Flor de Maio, onde reuniu os trabalhadores da base metalúrgica de São Carlos e Ibaté,  que aprovaram por unanimidade a mudança de várias cláusulas no Estatuto do Sindicato.

Embora tenha sido mantida a exigência de que para votar ou ser votado é necessário ter 3 anos de sócio da entidade e 4 de base, este acordo garantiu aos diretores da CUT igualdade nas condições da eleição, ou seja, haverá uma comissão eleitoral indicada por membros das chapas concorrentes. Além disso, a metade dos presidentes de mesa, mesários, fiscais, assim como toda a apuração também será indicada por representantes das chapas.

Para Erick Silva, diretor do Sindicato e também da Federação dos Metalúrgicos da CUT (FEM-CUT), a conciliação proporcionará democracia no processo eleitoral. “No estatuto antigo do Sindicato todo o processo de eleição (mesários, fiscais, apuração, etc) era feito de acordo com a vontade do presidente, com esse acordo temos um bom ponto de partida para uma eleição democrática”, explica ele.

O acordo judicial determina também que a chapa vencedora terá o compromisso de convocar uma assembléia, cuja finalidade é a alteração do estatuto, no prazo de seis meses após a posse.   

“Os 50 anos que essas pessoas estão na direção do sindicato se explicam pelas regras antidemocráticas de eleição contidas no estatuto, que foram estabelecidas por eles próprios, sem a participação dos trabalhadores desde a fundação da entidade. O acordo na Justiça possibilitará pela primeira vez na história dos metalúrgicos de São Carlos e Ibaté a mudança da direção”, afirma Erick Silva.

A eleição do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté acontecerá nos dias 20 e 21 de setembro.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias