Menu
terça, 21 de setembro de 2021
Cidade

Idealizadores de projeto querem transformar Parque Bicão em complexo esportivo e cultural

Taô Intervenções Culturais tem como principal meta abranger público que não tem acesso a práticas socioeducativas gratuitas

29 Nov 2017 - 14h08
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Oferecer arte, cultural, esporte, lazer e educação ambiental gratuitamente. Com essa meta, quatro jovens e uniram e idealizaram o Projeto Taô. O próximo passo agora é, a médio/longo prazo, transformar o Parque Bicão em um complexo esportivo e cultural. Detalhe: com atividades gratuitas.

Na manhã desta quarta-feira, 29, o São Carlos Agora foi até o Bicão e conversou com Cauê Mantovani, 23 anos, Thiago Sigoli, 30 anos, Waldemir Francisco Júnior, 34 e Cauê Marques, 23 anos. Ouviu atentamente as metas e ambição do quarteto.

"Queremos atender o público em geral. O Taô é um projeto social e com diversas atividades gratuitas", garantiu Cauê. "São oficinas, aulas, palestras, whorkshops, festivais de música, entre outros. Mas visitamos Cemeis (escolas públicas municipais) e realizamos intervenções também", disse Waldemir.

O Projeto Taô funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 21h e tem uma vasta programação de atividades para atender todas as necessidades das pessoas que procuram conhecimento e qualidade de vida.

"O Taô foi criado com o intuito de realizar intervenções culturais e eventos públicos. Fomos até a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel) e falamos com o secretário (Edson Ferraz). Na época buscávamos uma sede que englobasse todas as atividades. Foi quando surgiu a ideia do Parque Bicão", afirmou Cauê.

CORRENDO RÁPIDO

Os idealizadores lembram que o Bicão era um local extremamente abandonado e utilizados para práticas que vai contra a moral e bom costume. Desde então foram feitas reformas e hoje famílias frequentam o local.

Há dois meses, os quatro jovens trabalham diariamente no intuito de fazer com que o projeto caminhe de forma plena. "O Taô está engatilhado e sendo aceito pela comunidade. Aos poucos estamos nos estruturando. Procuramos parceiros que possam nos ajudar a proporcionar atividades culturais e esportivas gratuitas a população", comentou Waldemir. "Hoje necessitamos de mais segurança e estamos mantendo diálogo com várias secretarias para que o espaço se torne ainda mais atrativo para todos", assegurou Cauê.

A PARTIR DOS 5 ANOS

"Poder reativar o Bicão é motivo de grande satisfação. Poder oferecer esporte e cultura gratuita e de fácil acesso, gratificante", disse Cauê. "Aqui oferecemos slackline (equilibrar-se em uma fita), calistemia (academia ao ar livre), boxe, yoga, atividades físicas e funcionais (idosos). Além de atividades culturais", garantiu Waldemir.

Segundo ele, profissionais dão as aulas em suas respectivas áreas e todas as atividades são oferecidas para pessoas a partir de 5 anos de idade. "Quem quiser mais informações, é só entrar em contato pelo fone 99142-7653 (WhatsApp) ou na rede social (www.facebook.com/taointervencoesculturais)", enfatizou. "Hoje atendemos aproximadamente 300 pessoas no Bicão, nos mais variados horários e já realizamos intervenções em cinco cemeis de São Carlos, onde demos atividades para crianças", garantiu Cauê.

2018

Para 2018, os jovens afirmam que procuram apoio para ampliar ainda mais os projetos culturais e esportivos e adiantaram que irão implantar uma exigência para as crianças e adolescentes que queiram realizar as atividades. "Vamos solicitar as notas escolares e queremos que a garotada seja craque onde estudam também", afirmou Cauê.

TAÔ

O Projeto Taô surgiu com o ideal de proporcionar lazer e autoconhecimento a população. Através de atividades socieeducativas, esportivas, ambientais, artísticas e culturais. Busca proporcionar o aumento na qualidade de vida da comunidade e melhorias do ambiente em que estão inseridas.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias