Menu
quinta, 24 de junho de 2021
Cidade

Estudantes do ensino médio podem aprender programação em curso gratuito oferecido no ICMC

03 Mar 2015 - 16h14
0 - 0 -

Projeto Codifique oferece noções básicas de programação para quem está no ensino médio; inscrições estão abertas até 14 de março

É a primeira semana de aula de Guilherme Fernandes no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. Aos 17 anos, ele foi aprovado no último vestibular da FUVEST no curso de Ciências de Computação. Mas os corredores do ICMC e os conceitos básicos de programação não são uma novidade para esse calouro.

Quando estava cursando o ensino médio na Escola Estadual Álvaro Guião, em São Carlos, Fernandes participou de um curso de programação básica oferecido no ICMC para quem deseja conhecer um pouco mais sobre computação, o projeto Codifique. “Foi então que percebi o quanto gostava de programação e acabei tendo esse objetivo de entrar na USP”, conta o estudante.

Uma das finalidades do projeto é exatamente empolgar jovens estudantes para a área de computação. Realizado por alunos do ICMC, o curso oferece noções básicas de programação para que os estudantes do ensino médio sejam capazes de resolver problemas e, a partir dos conhecimentos adquiridos, criar seus próprios programas de computador.

Nesse semestre estão sendo disponibilizadas 40 vagas para o curso e as inscrições podem ser realizadas – até as vagas se esgotarem – por meio de formulário eletrônico disponível no site do projeto (icmc.usp.br/e/5489a). Como as vagas são limitadas, o preenchimento do formulário não garante um lugar no curso. Os estudantes selecionados serão informados, posteriormente, via e-mail.

No total, o Codifique compreende 14 aulas, que acontecem sempre às quartas-feiras, das 16 às 19 horas. Nesse semestre, as aulas começam dia 18 de março e ocorrerão no ICMC, no campus I da USP em São Carlos, localizado na Avenida Trabalhador são-carlense, 400.

Um pouco de história – Os primeiros passos do projeto foram dados no segundo semestre de 2013, quando o Codifique ofereceu um curso baseado na linguagem de programação C. Buscando aumentar a motivação dos estudantes, no primeiro semestre de 2014, as aulas passaram a ser focadas na linguagem JavaScript, que é mais simples e está integrada em todos os navegadores web.

Ao final do curso, os alunos são estimulados a realizar um projeto individual abarcando os conceitos aprendidos. O tema do projeto é livre, para que todos possam usar sua criatividade. No primeiro semestre de 2014, o projeto desenvolvido por Guilherme Fernandes foi um dos destaques do curso. Ele e mais quatro estudantes ganharam livros sobre programação doados pela iniciativa Ano do Código (www.anodocodigo.org.br), parceira do projeto.

No site do Codifique, é possível ver os projetos realizados pelos alunos e acessar o conteúdo das aulas do curso (http://cursocodifique.weebly.com/aulas.html). “Eu já tinha interesse em estudar Ciências de Computação e já sabia um pouco sobre programação. Porém, foi no Codifique que tive um contato mais prático com o assunto, enquanto fazia o projeto final. Gostei muito do curso e ele aumentou bastante meu interesse pela área de computação”, revela Fernandes.

Entre os professores que dão aula no projeto estão alunos do ICMC voluntários e também aqueles que participam do Programa de Educação Tutorial (PET-Computação) do Instituto. Segundo esses professores, trata-se de uma oportunidade para adquirir experiência acadêmica, preparando e ministrando as aulas. Na opinião deles, é gratificante observar a evolução dos estudantes ao longo do projeto. 

“Nossa intenção é motivá-los a seguir uma carreira na área de computação. No entanto, o curso exerce um papel importante até mesmo para quem descobre que programar não é bem o que gostaria de fazer no futuro”, conta Rafael Hiroki, que coordena a iniciativa juntamente com Thiago Lima, ambos alunos do curso de Ciências de Computação do ICMC. “O Codifique não é só uma oportunidade para que os estudantes aprendam conceitos de computação, mas também uma chance para que possam conhecer um pouco mais sobre si mesmos”, finaliza Hiroki.

Projeto Codifique

Site do projeto: http://cursocodifique.weebly.com/

Página no Facebook: https://www.facebook.com/pet.codifique

Inscrições: até 14 de março no site do projeto

Aulas: às quartas-feiras, das 16 às 19 horas, começando dia 18 de março

Onde: no ICMC, campus I da USP em São Carlos, Avenida Trabalhador são-carlense, 400.

Público-alvo: alunos do ensino médio (tanto de escolas particulares quanto públicas) que não tenham experiência em programação e possuam interesse pela área de computação.

Custo: gratuito

Telefone: (16) 3373-9703

E-mail: pet.codifique@gmail.com

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias