Menu
quinta, 22 de abril de 2021
Intercâmbio educacional

Docentes da USP São Carlos em missão especial na Colômbia

05 Set 2018 - 08h53Por Redação
Docentes da USP São Carlos em missão especial na Colômbia - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

O Brasil é um país líder na América Latina e, dentro dele, a Universidade de São Paulo é considerada uma referência para o ensino e pesquisa. Dessa forma, um líder tem a função de promover, organizar e colaborar com todos, e isto é o que o Brasil vem fazendo com seus congêneres da América Latina.

No intuito de tornar ainda mais consistente estes laços e organizar algumas colaborações ainda não fortalecidas, uma missão de docentes da USP foi convidada pelo cônsul brasileiro em Bucaramanga (Colômbia), Dr. Jorge A. Zuluaga Villegas, juntamente com a embaixada brasileira, em Bogotá, a realizar um evento conjunto USP/Universidad Antonio Narino ( UAN).

O objetivo do evento foi mostrar as mais modernas pesquisas que ocorrem na USP, bem como discutir as formas pelas quais a Universidade de São Paulo poderá receber alunos daquele país para complemento de sua educação de pós-graduação. Estiveram presentes o Prof. Marcelo Becker e o Prof. Thiago Boaventura, da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC/USP)  e o Prof. Vanderlei Bagnato, diretor de nosso Instituto (IFSC/USP), bem como o Prof. Luiz A. Daniel ( Unicamp e Centro Paula Souza ) e o Dr. Javier Martinez Silva, da Escola Politénica (USP). Por parte da Colômbia participaram diversos professores da UAN.

Com uma plateia constituída por cerca de oitocentas pessoas oriundas de diversas partes da Colômbia, as palestras (três por participante) cobriram as diversas áreas de pesquisa, tendo sido discutido um plano para que a Universidade de São Paulo possa receber alunos da Colômbia para a realização de pós-graduação, por períodos de doze a dezoito a meses, com recursos advindos das próprias universidades colombianas, com a disponibilização da infra-estrutura da USP, pelo lado brasileiro.

Segundo o diretor do IFSC/USP, “Ter uma boa relação com a Colômbia é motivar vizinhos com preparo cientifico e tecnológico e ter nossos laboratórios como referência na procura por formação de nível superior. Temos que liderar o processo de formação da América Latina, para que junto com todos estes países possamos diminuir o “gap” tecnológico existente entre nós todos desta região com relação aos  EUA e Europa. Só unindo todos, num grande  consórcio científico, é que seremos relevantes como potência cientifica e tecnológica”.

Além das palestras e discussões, uma reunião especial ocorreu na Embaixada Brasileira, em Bogotá, com o Embaixador  Julio G. Bitelli, cujo foco se centrou em discussões de cooperação em várias frentes, envolvendo a USP. Dentre estas iniciativas, esteve a de um programa de inovação tecnológia que permita às empresas brasileiras nascentes encontrarem na Colômbia parcerias comerciais adequadas, para que suas  soluções possam também estar disponívies para a sociedade colombiana. Também se pretende, num futuro próximo, organizar um evento de ensino experimental pré-universitário, à semelhança daquele que já ocorre no nosso país (em especial em são Carlos e região), utilizando os kits educativos em ciência.

Com liderança do Prof. Marcelo Becher, um programa de cooperação em pós-graduação, na área de robótica, já está em andamento entre a EESC/USP e UAN. Segundo a equipe da USP, esta nova etapa de cooperação com a Colômbia deverá ser o primeiro passo para ampliar as relações já existentes entre os dois países, só que agora de uma forma mais abrangente, institucional, através da mediação da embaixada Brasileira.

Com um elevado número de estudantes colombianos em São Carlos, a própria cidade beneficia com os aspectos culturais trazidos por esses jovens que contribuem para o desenvolvimento da economia local. “São Carlos já é um local muito apreciado pelos latino-americanos, principalmente para a  aquisição de conhecimento e de boa formação profissional. É assim que queremos nos consolidar no mundo, como local provedor de excelente educação e detentor do  estado da arte  nas várias áreas do conhecimento. A USP, juntamente com a  UFSCar e a UNICEP, poderão ser pontos de destaque na formação de uma América Latina forte, independente e economicamente viável”, sublinha Vanderlei Bagnato.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias