domingo, 25 de fevereiro de 2024
Cidade

Cidade cearense se espelha em São Carlos para adotar coleta seletiva

09 Set 2010 - 17h49Por Redação São Carlos Agora

Representantes da Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) Ânima Projetos Sociais, de Maracanaú (CE), estiveram em São Carlos nesta quinta-feira (9) conhecendo as experiências adotadas pela cidade para incentivar a coleta seletiva entre a população do município cearense.

Eles foram recepcionados pelo coordenador de Meio Ambiente da Prefeitura, Paulo Mancini, que apresentou os projetos sociais da cidade. O Centro Público de Economia Solidária “Herbert de Sousa, Betinho” e o Ecoponto do São Carlos 8 foram algumas das experiências apresentadas durante a visita.

Segundo Edson Martins, a Prefeitura de Maracanaú tem feito um trabalho para retirar os catadores do aterro sanitário e inseri-los em programas de coleta seletiva, experiência semelhante a que foi adotada em São Carlos, a partir de 2001.

A Oscip é quem administrará o trabalho e a intenção é retirar 200 catadores que trabalham no aterro. “Num primeiro momento vamos inserir 73 cooperados na coleta seletiva, mas a intenção é ampliar a oportunidade a todos os catadores”, explica Martins. A ideia é chegar a oferecer rendimentos de R$ 600,00 por mês a cada trabalhador. “São Carlos é exemplo a ser seguido, por isso a importância da troca de experiências para que o nosso projeto seja bem sucedido”, comentou o integrante da Oscip. Maracanaú tem população de pouco mais de 200 mil habitantes e produz, em média, 160 toneladas de lixo por dia.

“Hoje São Carlos tem 49 cooperados que contribuem para atingirmos mais de 75% da cidade na coleta seletiva. O nosso trabalho se estende há 9 anos e para nós é com satisfação que trocamos experiências com os municípios que pretendem iniciar esse trabalho, que significa conscientização e preservação ambiental”, observou Mancini.

Leia Também

Últimas Notícias