quarta, 29 de maio de 2024
Um gesto humano e de amor ao próximo

Chega o momento e odontólogos e médicos são-carlenses partem para missão no Barco Hospital Papa Francisco

03 Mar 2020 - 07h08Por Marcos Escrivani
No aeroporto, a última foto antes da viagem para a expedição solidária - Crédito: DivulgaçãoNo aeroporto, a última foto antes da viagem para a expedição solidária - Crédito: Divulgação

Após seis meses de intensa preparação, chega o momento e uma expedição formada por odontólogos e médicos são-carlenses partem para a calha norte do Rio Amazonas e participação de uma missão voluntária de 4 a 9 de março no Barco Hospital Papa Francisco. Milhares de pessoas que residem em localidades ribeirinhas serão atendidas. Na madrugada desta terça-feira, 3, partiram para o Amazonas onde irão cumprir a jornada solidária.

O time são-carlense, formado por craques em filantropia é formado pelos dentistas José Luiz Lopes Sanchez e Yeda Vieira; além dos médicos Laura Tavares (reumatologista), Marcos Aurélio Ogando (reumatologista e intensivista), Walter Konig (cirurgia pediátrica), Allan R. de Morais (gastrocirurgião), Luiz Alfredo Gonçalves Menegazzo (radiologia e diagnósticos por imagem), José Carlos Bonjorno Jr. (anestesista e intensivista) e Margarida Prado (oftalmologia).

Durante o período de preparação, a logística da missão que prevê serviços gratuitos de cirurgião geral, clínico geral, oftalmologista, odontólogo, testes rápidos, neurologista e imunização.

Os profissionais liberais já sabem o caminho a seguir pelo rio Amazonas e quais as localidades ribeirinhas a serem atendidas.

Os trabalhos iniciam-se no dia 4 e serão atendidas as comunidades de Cucuí, Barros, Iriquitituba e São Brás; dia 5, Castanhal Grande, Pedral, Boca do jacaré e Centro do Jacaré; dia 6, Barreirinha, Cajual, Ipixuna, Poção e Araçá; dia 7, Centro Comercial, Boa Esperança, Santana e Vila Barbosa; dia 8, São Pedro, Espírito Santos e Vira Volta; por fim, dia 9, Rio da Ilha, Ourives, Costa da Madalena e Costa do Iranduba.

Barco hospital Para Francisco vai levar tratamento a comunidades carentes no Amazonas. (foto: divulgação)

UM DEPOIMENTO EMOCIONANTE

Segundo o odontólogo José Luiz Lopes Sanchez que encampou a iniciativa e não esconde a ansiedade pela expedição, disse que a meta é realizar aproximadamente quatro mil atendimentos. Ele participa pela segunda vez.

Em um depoimento emocionado antes do embarque, não escondeu a expectativa em poder ajudar o próximo. Em uma carta, deixou fluir os sentimentos daquilo que espera durante a missão solidária.

Abaixo, a íntegra do depoimento de José Luiz Lopes Sanchez:

“Uma expedição como essa não pode ser planejada de um dia para o outro. Tudo começou seis meses antes, com a escolha da data, e a formação da equipe de voluntários que já é pré-estabelecida. Conta com dois cirurgiões dentistas, aptos a trabalhar com eficiência, rapidez, para conseguir atender em 6 dias um total aproximado de 240 pessoas e aproximadamente 600 procedimentos odontológicos. Todo o estoque de produtos tem que ser refeito a cada missão e com o agravante de ter um estoque extra de produtos, pois as compras realizadas chegam a levar até 45 dias para chegarem ao barco que fica ancorado na cidade de Óbidos. A farmácia que o barco possui e que faz uma média de 800 atendimentos por missão repôs os estoques e enviou a nossa equipe toda a listagem dos medicamentos, anestésicos e suprimentos disponíveis, para nós chegarmos lá e podermos nos adequar com o que o barco oferece. Outro planejamento prévio que é realizado e comandado pelo Frei Joel, que visitou as comunidades atendidas recentemente, foi de enviar aos assistentes sociais, de quem era formado nosso grupo e os tipos de cirurgias que nossa equipe poderia realizar. Como temos dois cirurgiões que trabalharão juntos, sendo o Dr. Allan cirurgião geral e gastrocirurgia, e com o Dr. Konig, cirurgião pediátrico (aliás, primeiro cirurgião pediátrico que o barco recebe) e como estão acostumados a operarem juntos também com o anestesista Dr. Bonjorno, a expectativa é a realização de uma ampla diversidade de cirurgias, para uma população que tem que se deslocar mais de 500 km ao hospital mais próximo, sem a certeza de que vai ser atendida por profissionais tão qualificados. Os voluntários também estão levando donativos, medicamentos, e no meu caso, realizei recentemente no Colégio Sapiens uma campanha de arrecadação de escovas dentais e graças a direção da escola e ajuda dos pais, levarei 500 escovas para doar a população, pois é muito comum nessas regiões o compartilhamento de uma só escova dental para toda a família.

Expectativa é na somatória geral serem realizados mais de 4000 mil atendimentos.

As comunidades que serão atendidas por nossa equipe estão a 2600 km distantes de São Carlos. Chegaremos de avião em Santarém/PA e depois embarcamos na “ambulancha” do barco hospital, subindo o rio Amazonas por 5 horas aproximadamente. Depois de nos instalarmos no Barco Hospital, dormiremos enquanto o barco navega madrugada adentro com destino as comunidades onde atenderemos nos três primeiros dias. Depois subimos mais um pouco o rio para atendermos outras comunidades onde realizaremos mais três dias intensos de atendimentos.

Fora isso todos os voluntários estão muito ansiosos, e principalmente com muita disposição, pois todos tem a consciência do que carece aquela população, e que obviamente não vamos resolver todos os problemas de saúde na região, porém para aquela pessoa que será atendida fará toda a diferença na vida dela”.

CARTA AOS MISSIONÁRIOS

Prestes a embarcarem no Barco Hospital Papa Francisco, o Frei Joel idealizador desta ação social e a equipe de apoio encaminhou uma mensagem especial a missão são-carlense que vai encarar um desafio humanitário.

Abaixo, a íntegra das boas-vindas:

Paz e bem.

Queridos amigos com gratidão viemos através dessa mensagem primeiramente agradecer a Deus por essa oportunidade.

Bendito seja aqueles que vem queremos acolher a todos nessa expedição do barco Hospital Papa Francisco na providência de Deus no qual você aceitou esse chamado para fazer a diferença gratidão.

Por isso queremos acolher a todos para que juntos possamos viver uma grande experiência pois além de grandes profissionais através dessa atitude benéfica de sair de si de deixar os seus o torna mais capazes e valiosos.

Em nome do nosso povo dessa região tão linda que a Amazônia aqui do Baixo Amazonas, região do Pará venho agradecer e nos colocamos inteiramente à disposição para que tudo dê certo.

Nessa missão escolhemos a cidade de Curuá onde a atenderemos: a região das Comunidades ribeirinhas do entorno.

Atenção

Chegada em Santarém ja estaremos com ambulancha em Santarém no dia 3. Ao chegar em Santarém teremos um micro-ônibus que estara esperando vocês no aeroporto, e os levará até a ambulancha. Vocês seguiram viagem e iremos nos encontrar no meio do caminho nosso barco já estará la já atracado, ai seguimos viagem junto.

As comunidades já estão nos esperando. Faremos dois polos sendo três dias em cada polo. 1 Polo Cucui, e o 2 Polo Vila Barbosa (temos em torno desses polos mais de 25 comunidades uma base de umas 290 famílias). Como também já articulamos junto a secretária de saúde local para nos ajudar nessa parceria.

Que todos sejam bem-vindos para maiores informações entre em contato conosco.

Um beijo no coração de cada um.

Com bênção de Deus

Frei Joel e equipe do BHPF

Leia Também

Últimas Notícias