Menu
terça, 09 de março de 2021
Cidade

Campanha de vacinação contra a gripe começa no dia 4 de maio

29 Abr 2015 - 20h51
0 - 0 -

A vacina influenza (fragmentada e inativada) a ser utilizada esse ano é trivalente.

Começa na próxima segunda-feira (4), a 17ª Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe (Influenza 2015), que será realizada até o dia 22 de maio. A mobilização nacional, chamada “O Dia D”, está marcada para o dia 9 de maio. Em São Carlos, a vacina estará disponível em todas as Unidades Básicas Saúde (UBS), Unidades de Saúde da Família (USF) e postos volantes, que serão montados no dia D no calçadão, Igreja Santo Antonio e Associação dos Funcionários Públicos.

O objetivo da campanha é reduzir a mortalidade e o número de internações causadas pelo vírus. São Carlos recebeu 63 mil doses, que serão destinadas a idosos (pessoas com 60 anos ou mais), trabalhadores da área da saúde, indígenas, crianças entre 6 meses e 5 anos de idade, gestantes, puérperas (mães em até 45 dias após o parto), portadores de doenças crônicas e população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A meta em São Carlos é vacinar 80% de cada um dos grupos prioritários, ou seja, 50.800 pessoas. No estado de São Paulo a meta é imunizar 11.842.222 pessoas em 2015. Já em todo país o público alvo esse ano será de 49,6 milhões de pessoas.

A vacina contra a gripe não é indicada para pessoas com reação anafilática ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados, e público que apresentou reações graves nas doses em campanhas anteriores. As pessoas com doenças crônicas devem apresentar prescrição médica atualizada dos medicamentos de uso contínuo no ato da vacinação. 

A chefe da Vigilância Epidemiológica, Márcia Pallone, alerta para que o público alvo não deixe de comparecer as unidades de saúde com medo de reações. “A vacina usada na campanha é segura e bem tolerada. Em poucos casos, podem ocorrer manifestações de dor no local da injeção. Algumas pessoas podem apresentar mal-estar ou febre, porém todas estas ocorrências desaparecem em 48 horas. A vacina evita internações e óbitos”.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias