Menu
sexta, 24 de setembro de 2021
Cidade

Barba representa prefeitos em reunião que discutiu Plano Nacional de Banda Larga

O prefeito já apresentou o interesse de São Carlos em estar entre as 100 primeiras cidades que serão escolhidas para receber o serviço de banda larga

01 Jun 2010 - 19h03Por Redação São Carlos Agora

O prefeito Oswaldo Barba representou a Frente Nacional de Prefeitos (FNP) na reunião que fez a apresentação prévia do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). A reunião aconteceu na tarde desta terça-feira (1º) no Centro Cultural do Banco do Brasil, em Brasília.

A reunião contou com a presença do Assessor Especial do Presidente da República, Cezar Santos Alvarez, do presidente da Telebrás, Rogério Santanna dos Santos, do subchefe de Assuntos Federativos da Presidência da República, Olavo Noleto Alves, representantes de vários Ministérios, da Confederação dos Municípios e da Associação de Município.
O objetivo do encontro foi o de instituir um diálogo sobre as questões federativas envolvidas no Plano Nacional de Banda Larga.

O Plano Nacional de Banda Larga pretende universalizar a internet rápida no país. Uma das expectativas é ampliar o serviço de 11,9 milhões de domicílios para quase 40 milhões de domicílios até 2014.

O serviço completo de banda larga neste ano será oferecido a 100 cidades, ainda não definidas, com prioridade para pontos da administração pública relacionados à educação, saúde e segurança. Segundo o coordenador  do Programa de Inclusão Digital do governo, Cezar Alvarez, as cidades que serão contempladas inicialmente com o plano ainda não foram escolhidas, mas devem ser as mais variáveis possíveis.

“As cidades ainda não foram definidas, mas nós já apresentamos o interesse de São Carlos em figurar entre as 100 cidades que serão escolhidas neste primeiro momento”, destacou o prefeito Oswaldo Barba.

“O projeto do governo visa levar internet rápida e barata para o maior número de pessoas. Não basta termos internet disponível, ela precisa ser eficiente e acessível a todos”, ressaltou. O custo da tarifa deve ser de R$ 15,00 para o plano com incentivos, com velocidade de até 512 kbps (quilobits por segundo) e com limitação de downloads e de R$ 35,00 para o plano comum, com velocidade entre 512 e 784 kbps. Atualmente o brasileiro paga em média R$ 50,00 pela banda larga com velocidade de 256 kbps.

Regiões – Em 2010, o objetivo é implementar o núcleo principal da rede, chamado “backbone”, no Distrito Federal e 15 estados das regiões Nordeste e Sudeste. Essas regiões serão priorizadas por já contarem com anéis de fibra ótica necessários para a implementação da banda larga. Entre os primeiros contemplados estão Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Brasília. Os estados do litoral da Bahia até o Tocantins também terão o "backbone" implementado em 2010, entre eles Ceará, Sergipe, Alagoas e Pernambuco.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias