sábado, 18 de maio de 2024
Cidade

Banco de Sangue da Santa Casa de São Carlos lança campanha “Pai Doador”

O projeto do Pai Doador foi elaborado pela comissão que representa o Centro Integrado de Humanização (CIH)

11 Ago 2015 - 17h27
0 - 0 -

Na perspectiva de manter regular o estoque do Banco de Sangue a Santa Casa lança a campanha Pai Doador que promove a solidariedade no momento em que a família cresce e o casal ganha um presente com o nascimento de um filho.

É nessa hora que o Banco de Sangue pretende estimular a solidariedade ao mostrar que o ato de ser um doador poderá beneficiar várias vidas, inclusive de outras crianças internadas na Santa Casa.

O lançamento ocorrerá na quarta-feira- 12 de agosto, às 10 horas, após o domingo do dia dos pais. Na ocasião, equipe do Banco de Sangue fará uma incursão pela Maternidade na abordagem dos pais para explicar a necessidade de manter o estoque do Banco de Sangue ativo.

O projeto do Pai Doador é uma das propostas que foi elaborada pela comissão que representa o Centro Integrado de Humanização (CIH). De acordo com a psicóloga e coordenadora do CIH, Juliana Fernandes Tedesco, o intuito é sensibilizar o pai da importância da doação no momento que ele tem a felicidade de receber um filho. “Iremos mostrar a ele como esse ato de nobreza pode beneficiar inúmeras pessoas. O pai recebe o presente da vida e tem a oportunidade de ser solidário e retribuir”.

A relevância de um estoque regular se dá pela abrangência e amplitude que o Banco de Sangue atinge, já que o setor atende à demanda da Santa Casa e Maternidade. O hospital é referência em Urgência e Emergência para uma população de aproximadamente 400 mil habitantes das cinco cidades que compõem a região, que são Ibaté, Descalvado, Dourado, Ribeirão Bonito e Porto Ferreira.

O projeto “Pai Doador” é uma campanha que vem integrar os principais pontos do trabalho da saúde: o nascimento e manutenção da vida. Assim sintetizou o médico e coordenador do Banco de Sangue, Marcus Vinícius Bizzarro.

O Pai, através do material informativo, terá conhecimento sobre a doação de sangue e se houver interesse, será encaminhando ao Banco de Sangue pelas atendentes. Após abordagem, o Pai, chegando ao Banco de Sangue, terá um acesso maior à informação, com todas as dúvidas respondidas. Nesse momento, ganhará uma carteirinha com o boton da campanha que será uma fita em rosa e azul presa a um alfinete, como nas campanhas de solidariedade.

Panorama

O estoque de bolsas sanguíneas registrou déficit de doadores nos seis primeiros meses do ano. A meta de janeiro a junho foi 10% abaixo do planejado. A projeção era atingir 4.500 doadores nesse período e o número focou em 3.791. Desse montante, 2.171 bolsas foram validadas, de acordo com as especificações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Em contrapartida, a Santa Casa registrou um aumento de 11% no número de transfusões e 12% o número de atendimentos no hospital. Outros fatores que influenciaram na diminuição das bolsas sanguíneas foram o surto de dengue na região, a vacinação contra gripe além das férias e feriados prolongados no período. Só em junho ocorreu diminuição de 12% nos candidatos a doadores de sangue.

Na avaliação do gerente do Banco de Sangue, Cesar José Creste Martins da Costa, o projeto vem ao encontro da necessidade de ampliar a captação de doadores. Dados mostram que nos primeiros seis meses de 2015 não conseguimos atingir a meta de 750 doadores mês. Para que o Banco de Sangue tenha um estoque regular ainda falta crescermos 10% no volume de captação”, contabilizou.

Leia Também

Últimas Notícias