sexta, 01 de março de 2024
Cidade

Avião não-tripulado multiuso terá versão supersônica

30 Set 2010 - 17h49

Uma aeronave supersônica não-tripulada já está sendo desenvolvida no país e vai servir para exercícios militares. O modelo, que deve chegar ao mercado no final de 2011, será fabricado pela AGX Tecnologia de São Carlos em parceria com a Aeroálcool Tecnologia em Franca.

No exterior, aeronaves desse tipo custam entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão cada unidade, mas o produto nacional deverá custar entre R$ 150 mil e R$ 500 mil. O modelo serve para treinamento aéreo de alto desempenho da Marinha como, por exemplo, a aferição dos radares das embarcações, podendo voar a 15 metros acima do nível do mar. “Ele é utilizado não apenas para treinar a tropa, mas também para testar e aferir o sistema de radares de defesa”, explica Adriano Kancelkis, diretor da AGX Tecnologia.

As empresas também vêm desenvolvendo há seis anos aeronaves não-tripuladas para atender ao mercado agrícola e de produção de imagens aéreas. Na área civil, a AGX e a Aeroálcool preparam o lançamento de um avião multiuso – esse subsônico – com 1,5 kg, que chega a 3kg com os sensores e câmeras. Produzido em fibra de carbono, esse avião pode ser controlado pelo telefone celular. “A ideia é produzir inicialmente 50 unidades para atender à demanda reprimida”, ressalta Kancelkis.

O avião tem opção de lançamento por impulso do próprio braço humano e desenvolve missões como fotografar e monitorar áreas, entre outras funções. A aeronave pousa com a abertura de um paraquedas. A missão pode ser programada pelo usuário e é executada automaticamente pela aeronave.

Além de toda tecnologia na área de software de controle de missão, eletrônica de aeronave e operação de sistema, a AGX, associada do Instituto Inova de São Carlos, vem desenvolvendo softwares inteligentes para processamento de imagens.

Leia Também

Últimas Notícias