quarta, 24 de abril de 2024
Cidade

Audiência na Câmara discutiu medidas de prevenção a atropelamentos de animais em rodovias

27 Fev 2015 - 14h42
0 - 0 -

A Câmara Municipal, presidida pelo vereador Lucão Fernandes (PMDB), realizou uma audiência pública na noite da última quinta-feira (26) para debater ações de prevenção a acidentes envolvendo atropelamento de animais como lobos guarás na Rodovia SP-318, que liga São Carlos a Ribeirão Preto. A audiência foi proposta e presidida pela vereadora Laíde Simões (PMDB) e teve a apresentação de Fernando Magnani, diretor do Parque Ecológico Dr. Antonio Teixeira Vianna de São Carlos.

Defensora dos direitos dos animais e de políticas públicas relacionadas ao tema, a vereadora Laíde Simões avaliou como positiva a audiência pública. “Tivemos a participação de diferentes entidades que contribuíram com a pluralidade das opiniões. A discussão do tema não acaba aqui, vamos aguardar os 30 dias solicitados pela concessionária para apresentação do cronograma de todos os mecanismos necessários que eles terão de providenciar para garantir a adequação da rodovia”, comentou.

Magnani salientou a grande quantidade de animais mortos por acidentes, não só nas rodovias que cercam São Carlos, mas também por todo o país. E, também, que é obrigação da comunidade e das entidades trabalhar para propor soluções visando diminuir ou até mesmo mitigar esses atropelamentos. O Parque Ecológico de São Carlos, em parceria com a concessionária que administra a rodovia e outras entidades, realiza um trabalho de acolhimento e recuperação dos animais silvestres atropelados na região.

“O lobo guará é um animal icônico, tem grande admiração das pessoas. Como topo da cadeia alimentar, tem grande responsabilidade no equilíbrio do meio-ambiente em que vive. É um animal de difícil reprodução e, segundo o IBAMA, está ameaçado de extinção. Justamente por isso é que o lobo guará acaba se tornando um animal símbolo desse tipo de acidente”, explicou Fernando Magnani.

Além de Laíde e Fernando Magnani, compuseram a mesa o secretário de Serviços Públicos, José Carlos Correa, que representou o prefeito; o diretor de Meio Ambiente da Autovias/Arteris, Daniel Mandel e; o doutorando do Laboratório de Genética da UFSCar, Bruno Henrique. Também contribuíram com o debate munícipes e representantes de organizações civis presentes no plenário.

Leia Também

Últimas Notícias