Menu
sexta, 10 de julho de 2020
Cidade

Após 22 anos de atuação, Centrovias encerra operações na rodovia Washington Luís

02 Jun 2020 - 14h32Por Redação São Carlos Agora
Centrovias encerra atividades na Washington Luis após 22 anos - Crédito: DivulgaçãoCentrovias encerra atividades na Washington Luis após 22 anos - Crédito: Divulgação

Depois de 22 anos a Arteris Centrovias encerra suas atividades na rodovia Washington Luís e SP-225. O último dia de operações é nesta quarta-feira (3). A nova concessionária que vai administrar estas rodovias é a Eixo-SP.

Responsável por 216,8 quilômetros de estradas, no interior de São Paulo, a empresa investiu R$ 3,7 bilhões em obras, prestação de serviços aos usuários, ampliação do sistema rodoviário e outras diversas melhorias que consagraram as rodovias Washington Luís e a SP-225 entre as melhores do Brasil.

A Centrovias colaborou, em duas décadas, com o desenvolvimento econômico dos 12 municípios do entorno de sua malha viária, sendo o trecho da SP-310 (Washington Luís) de Cordeirópolis a São Carlos; e a SP-225 (Engenheiro Paulo Nilo Romano) de Itirapina a Jaú e a SP-225 (Comandante João Ribeiro de Barros) de Jaú a Bauru.

As obras de destaque da concessão são a duplicação de 144 quilômetros da SP-225, de Itirapina a Bauru, as obras de reformulação da Ponte Sobre o Rio Tietê, da importante hidrovia Tietê-Paraná; e a reformulação do trevo da entrada do município de Jaú. Outras intervenções realizadas pela Centrovias, com foco na segurança viária, foram a construção de vias marginais, 22 novas passarelas, além de obras de melhoria em pontes e viadutos, readequação de dispositivos de acesso e retorno, como o trevo de ligação das rodovias SP-310 e a SP-225, em Itirapina; e das obras rotineiras de intervenção no pavimento e manutenção contínua da sinalização vertical e horizontal das pistas.

Em nota a Centrovias informou, que internamente, durante a transição, atuou para garantir a empregabilidade de seus colaboradores, possibilitando a transferência de cerca de 80% do quadro de funcionários, para outras concessionárias do Grupo, ou para a realocação em acordo com a Eixo-SP, nova administradora do trecho. “A Centrovias foi referência no setor de concessões rodoviárias, entregando rodovias eficientes e seguras. Nos últimos anos, estivemos no ranking das cinco melhores rodovias do País, de acordo com a Pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes. Atuamos com visão estratégica, com base em princípios de eficiência, acessibilidade, desenvolvimento social, preservação do meio ambiente e segurança viária. Dessa forma, concluímos este capítulo na história da Arteris com a sensação de dever cumprido”, afirma Nelson Segnini Bossolan, diretor de operações da Arteris Centrovias.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias