Menu
segunda, 01 de março de 2021
Penúltimo dia de expedição

Anestesista são-carlense participa de cirurgia em bebê no Barco Hospital Papa Francisco

09 Mar 2020 - 06h38Por Marcos Escrivani
Anestesista Bonjorno durante o procedimento em um bebê de 2 meses e 9 dias: o mais novo a ser operado no Barco Hospital - Crédito: DivulgaçãoAnestesista Bonjorno durante o procedimento em um bebê de 2 meses e 9 dias: o mais novo a ser operado no Barco Hospital - Crédito: Divulgação

O anestesista e intensivista José Carlos Bonjorno Júnior participou de um procedimento cirúrgico que irá ficar marcado na expedição são-carlense que participa de atendimento a comunidade ribeirinha da calha norte do Rio Amazonas.

No penúltimo dia de trabalho voluntário no Barco Hospital Papa Francisco, neste domingo, 8, o profissional são-carlense anestesiou um bebê de 2 meses e 9 dias de vida para uma cirurgia herniorrafia inguinal esquerda + herniorrafia umbilical. Foram atendidas as comunidades de São Pedro, Espírito Santos e Vira Volta.

Segundo informações de funcionários do Barco Hospital, esta é a criança mais nova a realizar uma cirurgia neste trabalho voluntário. Deu entrada por demanda espontânea e já operada no dia seguinte.

ALÉM DO AMOR AO PRÓXIMO, MUITA CORAGEM

O odontólogo José Luiz Sanchez, que idealizou a expedição são-carlense disse ao São Carlos Agora na noite deste domingo que o balanço é extremamente positivo e que a presença dos profissionais liberais pode ser definida como um “ato de coragem”.

“Eu explico. Todos saem do conforto de seus lares e dos locais de trabalho, onde há disponível uma toda tecnologia necessária para atender seus pacientes. “Aqui (Barco Hospital) enfrenta uma outra realidade e todos têm que se adaptar a um local onde não tem todos os equipamentos necessários. Então trabalhar com toda dignidade ao que está ao alcance”, afirmou. “O gastrocirurgião Allan Morais relembrou os tempos quando era residente, ao fazer uma cirurgia com vesícula aberta. Defino todos como heróis por cumprir dignamente o seu papel”, afirmou.

SAÚDE COM BARRIGA CHEIA

Outro fato assinado por Sanchez é que o Barco Hospital oferece aos pacientes ribeirinhos, que são extremamente carentes, lanches da manhã e da tarde, além de um almoço. “Diariamente são aproximadamente 500 marmitas. Sem contar a Bauducco, que faz doações com caminhões lotados de produtos. Esta empresa não divulga esta ação social. Sem contar o empenho dos Franciscanos que notaram que as famílias que buscam auxílio médico e odonto, passam fome durante a espera”, assinalou o dentista são-carlense. “Todos são atendidos e voltam para casa de barriga cheia e com doações da Bauducco”, completou.

FREI PALHAÇO

Se nos hospitais existem voluntários que se vestem de palhaços para levar alegria aos pacientes internados, o Barco Hospital Papa Francisco tem o seu “frei palhaço”.

Diariamente o religioso se veste a caráter e mantém o pique durante 12 horas por dia. Para deixar o ambiente mais festivo.

“Às vezes, pelo cansaço, o clima fica pesado tanto para os funcionários, para os voluntários e principalmente, para a população ribeirinha. Assim o frei palhaço entra em ação e diverte o pessoal. Mais um herói que merece toda nossa admiração”, completou Sanchez.

Nesta segunda-feira, 9h, termina a expedição são-carlense. É o último dia que os dentistas José Luiz Lopes Sanchez e Yeda Vieira; além dos médicos Laura Tavares (reumatologista), Marcos Aurélio Ogando (reumatologista e intensivista), Walter Konig (cirurgia pediátrica), Allan R. de Morais (gastrocirurgião), Luiz Alfredo Gonçalves Menegazzo (radiologia e diagnósticos por imagem), José Carlos Bonjorno Jr. (anestesista e intensivista) e Margarida Prado (oftalmologia) irá atender a comunidade ribeirinha e completar com êxito o trabalho proposto.

Serão atendidas as famílias das comunidades do Rio da Ilha, Ourives, Costa da Madalena e Costa do Iranduba.

QUALIDADE DE VIDA

No penúltimo dia da expedição são-carlense o psicólogo Danilo Leão deixou seu depoimento, onde fluiu palavras vindas do coração. Abaixo, o texto do profissional liberal:

“A missão no Barco Hospital Papa Francisco tem sido muito rico para todos nós! Participei efetivamente na construção do projeto do Barco e ter a oportunidade de vivenciar e contribuir para a qualidade de vida destas pessoas tão carentes de profissionais da saúde é fantástico.

Diante desse misto de emoções nesta missão, houve um fator muito significativo, o trabalho em equipe, não conhecia o pessoal de São Carlos, porém quando nos unimos com o mesmo propósito o resultado sem dúvida é magnífico.

Hoje passamos por uma situação corriqueira para a área da psicologia e da medicina, mas sempre muito difícil e delicada! Comunicamos em conjunto a uma das pacientes que veio para a consulta médica da qual não realizava há mais de um ano pois não tinha acesso a profissionais da saúde, o diagnóstico de neoplasia maligna de mama (câncer), foi sem dúvida o dia mais difícil, mas terminei o dia agradecendo a oportunidade de fornecer a esta pessoa um cuidado não só como protocolo, mas algo com muito amor e compaixão. 

Concluo o dia de hoje dizendo que trouxemos juntos saúde para essa população e sem dúvida na bagagem de cada um levaremos o sentimento de muita gratidão por esses dias vividos!”

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias