Menu
quarta, 03 de março de 2021
Cidade

Ambulatório de Oftalmologia da Santa Casa inaugura Centro de Referência para Tratamento do Glaucoma

15 Ago 2012 - 10h38
0 - 0 -

É sabido que o glaucoma é a terceira maior causa de cegueira do Brasil e, dentre essas causas, é a maior causa de cegueira irreversível. Apesar de se tratar de uma doença crônica que vai acompanhar quem é acometido por ela por toda sua vida, sabe-se também que o seu diagnóstico precoce e o seu tratamento contínuo são os principais fatores que poderão evitar os danos causados pelo glaucoma.

Os especialistas do ambulatório de Oftalmologia da Santa Casa de São Carlos tem conhecimento disso e, convictos da necessidade de tornar o tratamento e o acompanhamento do glaucoma acessível a todos, inaugura de forma oficial o Centro de Referência para o Tratamento do glaucoma. O novo serviço é credenciado pelo Ministério da Saúde. Os primeiro pacientes portadores da doença ou pessoas que necessitam de orientações começam a ser atendidas nesta sexta-feira, dia 17 de agosto no ambulatório. Após avaliação médica, já levam para casa os colírios usados no tratamento e levam também informações muito importantes para prevenção da doença.   

Uma doença silenciosa, que não dá sinais de alerta, mas que pode levar à cegueira. O glaucoma já atinge quase 1 milhão de brasileiros, dos quais mais da metade não sabe ser portador da lesão do nervo ótico, já que ela não apresenta sintomas aparentes. Em São Carlos, segundo estimativas do ambulatório, há cerca de mil pessoas que precisariam do diagnóstico precoce da enfermidade. Com esse novo serviço em funcionamento, a expectativa é que haja um número maior de cadastrados e, com isso, haverá a necessidade de ampliar os atendimentos para suprir a demanda.

Sem Cura

 O glaucoma não tem cura. Porém, o oftalmologista Celso Lopes afirma que, quanto mais cedo for feito o diagnóstico, menores são as chances de evolução para a cegueira. Por isso, o especialista reforça a necessidade de que as pessoas com idade acima de 40 anos consultem um oftalmologista pelo menos uma vez por ano, mesmo que não apresentem nenhum problema de visão; "Com o envelhecimento da população mundial, a tendência é de que os números de glaucoma aumentem anualmente;" adverte o especialista.

Estima-se que, a cada ano, surjam, em média, 2,4 milhões de casos no mundo. Até o fim do ano, o Centro de Referência do Glaucoma do Ambulatório da Santa Casa deverá fazer uma grande campanha de esclarecimento e um mutirão para orientar e atender à população da cidade e região.

O QUE É?

É o aumento da pressão intra-ocular que pode ocasionar lesão ao olho se não for tratado. A pressão intra-ocular aumentada pode comprimir os vasos sanguíneos que nutrem as sensíveis estruturas visuais do fundo do olho. Devido à falta de irrigação sanguínea, as células nervosas da retina e o nervo óptico vão morrendo provocando perda progressiva da visão e estreitamento do campo visual. Se o processo não for controlado pode levar à cegueira.

CAUSAS

glaucoma é perigoso. Na maioria dos casos desenvolve-se lentamente, no decorrer de meses ou anos, sem ocasionar nenhum sintoma. O dano pode progredir com tanta lentidão que a pessoa não se dá conta da perda gradual da visão. Em geral, à visão vai piorando até que finalmente começa a afetar o próprio centro do campo visual e se estabelece a cegueira permanente. ·.

 Tratamento

glaucoma é uma doença crônica que dura toda a vida, e é necessário que o paciente fique em observação e faça tratamentos contínuos para manter controlada a pressão intra-ocular, evitando a perda da visão. Quanto mais rápido se descobrir e tratar a doença, menor será a perda. O glaucoma pode ser tratado com colírios, comprimidos ou ainda, em alguns casos, pode ser necessária à intervenção cirúrgica. No entanto o melhor tratamento é a prevenção, o glaucoma é identificado mediante um cuidadoso exame realizado por um oftalmologista, que compreende um procedimento simples e indolor para medir a pressão ocular. ·.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias