segunda, 22 de abril de 2024
Cidade

A vacinação contra a gripe abrange novos grupos

12 Jun 2015 - 21h49
0 - 0 -

A partir da próxima segunda-feira (15), por determinação da Secretaria Estadual de Saúde, a Vigilância Epidemiológica de São Carlos, vai vacinar contra a gripe, os policiais civis e militares, bombeiros, funcionários dos Correios e professores e funcionários administrativos das escolas municipais, estaduais e da rede particular de ensino. 

Até então foram vacinados apenas os grupos prioritários: idosos (pessoas com 60 anos ou mais), crianças entre 6 meses e 5 anos de idade, gestantes, puérperas (mães em até 45 dias após o parto), trabalhadores da área da saúde, indígenas e portadores de doenças crônicas.

Márcia Pallone, chefe da Vigilância Epidemiológica, reforça a importância da vacinação e alerta para que pessoas dos grupos prioritários que também ainda não receberam a vacina procurem uma unidade de saúde. “Esses profissionais que a partir de agora podem receber a vacina, devem aproveitar e levar os seus filhos dentro da faixa etária preconizada, idosos da família ou gestantes, que ainda não se vacinaram, para ser imunizados”, solicita a chefe da Vigilância.

Márcia lembra, ainda, que esses profissionais devem procurar as unidades de saúde levando algum documento que identifique que eles são funcionários de uma dessas áreas liberadas para receber a vacina.

Esse ano, a imunização busca alcançar 49,6 milhões de pessoas em todo o país. Em São Carlos, a meta é vacinar mais de 50 mil pessoas dentro dos grupos prioritários iniciais, atingindo a meta de 80% de cobertura, porém até o momento foram aplicadas no total 32.710 doses, atingindo uma cobertura vacinal de 66,33%, sendo que 21.089 doses foram aplicadas em idosos, 6.674 em crianças e 1.236 em gestantes. Outras 3.711 pessoas vacinadas fazem parte dos demais grupos prioritários.

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina é contraindicada apenas para pessoas com histórico de reação anafilática em doses anteriores a quem tem algum tipo de alergia grave à proteína do ovo.

O público deve aproveitar a chance de imunização e evitar internações e complicações da gripe antes do início do inverno, já que a vacina depois de aplicada demora 15 dias para produzir o nível adequado de anticorpos. As doses estão disponíveis em todas as unidades básicas (UBS) e de saúde da família (USF), de segunda a sexta-feira.

Leia Também

Últimas Notícias