sexta, 24 de maio de 2024
“Estaria nervoso”

Vidraceiro acusado de tentar matar dono de bar é preso por policiais do 1º e 4º DPs

06 Fev 2020 - 09h53Por Redação
Chão manchado de sangue após o comerciante ter sido baleado - Crédito: Arquivo/SCAChão manchado de sangue após o comerciante ter sido baleado - Crédito: Arquivo/SCA

Liderados pelo delegado Maurício Dotta e Silva, policiais do 1º e 4º DPs detiveram o vidraceiro Jean Kelvin Fonseca Gonzaga, 26 anos, que confessou ter atirado três vezes contra o comerciante L.F.S., 40 anos, dono de um bar localizado na rua Domingos Juliano, no Jardim Munique.

A tentativa de homicídio aconteceu na noite do dia 22 de dezembro de 2019 e o comerciante levou dois tiros nas costas e passou por um período internado na Santa Casa de Misericórdia, em recuperação e agora luta para tentar voltar a andar normalmente.

A PRISÃO

Em entrevista, Dotta e Silva disse que a motivação do crime foi por motivo fútil. O vidraceiro estaria no bar tomando uísque quando o dono do estabelecimento, o cadeirante L.F.S. esbarrou no copo. Como cortesia, outro copo chegou a ser oferecido a Jean. “Contudo ele não aceitou e jogou o líquido no rosto do comerciante e foi embora”.

Entretanto o vidraceiro retornou ao bar e, armado com um revólver, atirou por três vezes contra o cadeirante. Dois disparos acertaram as costas da vítima.

Dotta e Silva disse que a partir daí iniciaram as investigações para deter o vidraceiro. “Obtivemos informações onde o acusado estaria e solicitamos à Justiça um mandado de busca e apreensão. Fomos até o endereço com apoio de policiais da Dise e nas buscas detivemos o vidraceiro. Porém a arma não foi localizada. Na casa havia entorpecentes”, contou.

Jean foi encaminhado ao 1º e 4º DPs onde foi interrogado e confessou a tentativa de homicídio. Foi reconhecido pela vítima e disse que a motivação dos disparos era porque estaria perturbado emocionalmente. “O inquérito está no final e aguardamos laudos do IML sobre a situação da vítima. A meta agora é localizar a arma do crime”, contou.

Quanto ao vidraceiro, ele foi encaminhado à Dise e irá responder por tráfico de entorpecentes. Posteriormente foi recolhido ao Centro de Triagem.

Leia Também

Últimas Notícias