Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Segurança x cliente

Supostas agressões no supermercado Savegnago terminam em boletim de ocorrência

Mulher é acusada de tentar se apropriar de um kit de gilete e não efetuar o pagamento; ela nega e acusa segurança de agressão

30 Jul 2021 - 09h58Por Redação
Caso teria ocorrido no supermercado Savegnago da Praça Itália - Crédito: Google MapsCaso teria ocorrido no supermercado Savegnago da Praça Itália - Crédito: Google Maps

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no Plantão Policial, o segurança que pertence a uma empresa terceirizada estava na sala de monitoramento da loja do Savegnago localizada na Praça Itália, quando teria notado pelas câmeras que a mulher foi até o setor de perfumaria, onde pegou um "kit Gilette Sensitive" e teria colocado no bolso da jaqueta.

Neste momento o segurança passou a monitorar a suspeita e segundo o homem, ao passar pelo caixa ela não teria pago pelo kit, o que teria motivado a abordagem.

Um vigilante foi avisado sobre a situação e abordou a cozinheira de 35 anos na rampa de acesso ao mercado. Questionada sobre o produto e para que ela devolvesse o aparelho de barbear, a mulher negou o furto e houve início a uma discussão.

Neste momento a cozinheira teria empurrado o vigilante que realizou a abordagem e ambos se atracaram.

O segurança que fazia o monitoramento pelas câmeras tentou intervir, mas alega que foi atacado com  unhadas.

O segurança e o vigilante negaram qualquer agressão contra a mulher. Eles confessaram que a levaram até uma sala que fica ao lado do local da abordagem, onde teriam tentado acalmá-la e neste momento ela teria jogado o kit no chão. Ainda segundo os seguranças, o sistema de câmeras registrou os fatos e as imagens serão apresentadas em momento oportuno.

Versão da cozinheira

Com a chegada da Polícia Militar a cozinheira foi conduzida até o plantão policial, onde deu sua versão. Ela alega ter ido sozinha ao supermercado, onde percorreu os corredores realizou algumas compras e fez o pagamento. Na saída do estabelecimento foi abordada pelo vigilante que disse: "Vem aqui por favor". A mulher respondeu: "Vem aqui onde...Por que?".

A cozinheira alega que o vigilante apenas dizia para entrar em uma salinha, mas não teria explicado o motivo. Ela teria se negado a entrar no cômodo e questionou o motivo de entrar ali, inclusive teria dito: "Você acha que peguei alguma coisa... então chama a Polícia".

Neste momento o segurança chegou ao local e teria a imobilizado por trás e a arrastado para a "salinha".

A cozinheira alegou que sofreu um "pisão" na perna direita, levou uma "chave" no pescoço e teve a blusa rasgada durante a ação. Ela começou a gritar e após a chegada da PM foi que apareceu o "kit da Gilette".

Aos policiais ela negou que tenha tentado subtrair o produto e nega que tenha passado pelo setor de perfumaria. Diz que reagiu após ser arrastada para a tal "salinha". Declarou ainda que neste local, após ser derrubada no chão, a blusa levantou e os seus seios ficaram à mostra.

Em seu depoimento a cozinha contou ainda que durante a abordagem a sacola de compras rasgou e uma garrafa de bebida caiu no chão e se quebrou. Uma caixa de cereal também teria sido danificada.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias