Menu
sexta, 17 de janeiro de 2020
Polícia

Homens que foram esfaqueados permanecem internados em estado grave

10 Dez 2019 - 10h16Por Redação São Carlos Agora
Homens que foram esfaqueados permanecem internados em estado grave - Crédito: Reprodução Crédito: Reprodução

Os dois homens que foram esfaqueados no começo da madrugada desta segunda-feira (9) permanecem internados em estado grave na Santa Casa de São Carlos. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, Wilson José de Laia, de 40 anos, continua no pronto socorro, enquanto que Gabriel Henrique da Silva, de 30 anos, passou por cirurgia, segue na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas seu quadro clinico é considerado estável.

O CASO

O São Carlos Agora apurou que por volta da 0h30, o motorista de aplicativo Wilson José de Laia, de 40 anos, foi até o bar com a filha de 12 anos e foi até uma mesa onde amigos estavam reunidos para cobrar uma dívida de um acidente de trânsito que aconteceu no passado.

Neste momento houve uma confusão e o jovem identificado como Gabriel Henrique da Silva, de 30 anos, que tentou acalmar os ânimos, acabou sendo esfaqueado por Wilson. Gabriel foi socorrido por amigos e encaminhado até a Santa Casa.

Neste momento frequentadores do bar passaram a atirar copos e garrafas em Wilson, que deixou o local e voltou pouco depois para tentar atingir o desafeto.

O alvo de Wilson e o amigo entraram em um Golf branco e passaram a ser perseguidos pelo motorista de aplicativo que estava em um Peugeot. A perseguição terminou no cruzamento das ruas Monteiro Lobato e Padre Teixeira, na Vila Nery, onde o motorista do Golf perdeu o controle e bateu na guia e na porta de um imóvel.

Wilson que estava logo atrás com a filha no carro desceu e partiu para cima dos ocupantes do Golf com a faca. Ele recebeu uma paulada na cabeça, foi desarmado e com a própria faca foi esfaqueado várias vezes, inclusive no rosto e teve um dos olhos perfurado.

T.F.A., de 22 anos, e M.V.G., de 24 anos, foram conduzidos pelos PMs Simone e Alexandro até o prédio da DIG, onde serão indiciados pelo crime de tentativa de homicídio, mas foram liberados, já que trata-se de um caso de legítima defesa.

Wilson está internado sob escolta policial.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias